Conecte-se conosco

Notícias diversas

Acidente na BR 158 nesta manhã deixa um óbito

Publicado em

em

Nesta manhã de sábado por volta das 10:00hs, um acidente na BR 158, km 181 foi registrado, entre Pejuçara e Cruz Alta,envolvendo um veículo Gol de cor preta e um caminhão cegonha.

Segundo informações, por motivos desconhecidos o veículo gol teria colidido lateralmente contra o caminhão cegonha, levando a óbito no local o motorista do veículo Gol de 50 anos, morador da cidade de Cruz Alta.

Condutor da carreta não se feriu.

Atenderam a ocorrência Corpo de Bombeiros, Samu de Panambi.

Fonte: SB Comunicações

Fotos: Fábio Martins – SB Comunicações

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Auxiliar de arbitragem é agredido durante partida de futebol em Jóia

Publicado em

em

Uma cena lamentável marcou o campeonato municipal de futebol de Jóia, no noroeste do Rio Grande do Sul, na tarde de domingo (21). Um árbitro auxiliar foi agredido durante uma partida da fase classificatória da competição. O fato ocorreu na localidade de Rondinha, no jogo entre as equipes São Pedro, mandante do jogo, e Falabretti, time da cidade.

Segundo testemunhas, o tumulto começou no início do segundo tempo, aos 8 minutos, após um lance de lateral a favor do Falabretti. Imagens gravadas por torcedores mostram o árbitro auxiliar defendendo o árbitro principal, que estava cercado por vários atletas. Durante a confusão, uma mulher, também árbitra auxiliar, correu em direção ao colega para ajudá-lo. É possível ouvir xingamentos e hostilidade contra a mulher nas gravações. Um jogador do time local também acabou agredido no rosto e no corpo.

Torcedores e dirigentes das equipes, além de jogadores que estavam no banco de reservas invadiram o campo, resultando em uma confusão generalizada. Nas imagens é possível ver uma agressão brutal contra o auxiliar, que sofreu diversas lesões. A presença de quatro seguranças no evento não foi suficiente para garantir a integridade física dos árbitros, tamanha a selvageria que se instalou. O jogo foi encerrado e a equipe de arbitragem levada para atendimento no hospital de Ijuí.

Em um áudio divulgado pelo diretor da Associação de Árbitros de Cruz Alta (AIACA), Gilberto Paranhos de Souza, mais informações sobre o estado de saúde dos árbitros foram fornecidas: “Boa noite pessoal. Sobre os fatos que aconteceram em Jóia com o Kassiano e com a Amanda, sobretudo, em função do acidente também. Já estamos saindo de Ijuí, ficamos aguardando até agora para o médico fazer a análise dos exames e tudo mais, e não foi constatado nada de mais grave. Qualquer eventualidade eles disseram que é para retornar aqui, mas deram medicação, e estamos retornando pra Cruz Alta. Por favor, quem tem conhecidos dele, vamos disseminar também as informações de que eles estão bem, tá ok? Muito obrigado a todos.”

Enquanto estava em deslocamento para o hospital, a equipe de arbitragem sofreu um acidente com o carro, que tombou.

Kassiano Souza é de Ibirubá, trabalha como vendedor de automóveis em Cruz Alta e atua como árbitro pela AIACA de Cruz Alta.

Rádio Cidade Ibirubá

Imagens: redes sociais

Por Rádio Blau Nunes

Continue lendo

Destaque APP

Nego Di doou R$ 100 ao invés de R$ 1 milhão para campanha no RS durante enchentes, aponta investigação

Publicado em

em

O influencer Dilson Alves da Silva Neto, conhecido como Nego Di, teria mentido sobre a doação feita ao estado do Rio Grande do Sul durante as enchentes deste ano.

Nego Di teria doado apenas R$ 100 para uma conta da Vakinha online de uma campanha criada por um amigo que arrecadava fundos, enquanto afirmava nas redes sociais que a doação total era de R$ 1 milhão. A informação foi divulgada pela Band e confirmada pela CNN.

Durante as investigações que levaram o influencer à prisão, suspeito de estelionato, a conta bancária de Nego Di teve o sigilo quebrado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, revelando a fraude da doação.

Fontes confirmaram à CNN que a investigação do MP aponta que o humorista depositou R$ 100 e alterou o recibo para R$ 1 milhão, mas esse valor foi depositado para a namorada.

O que diz o criador da campanha

Em suas redes sociais, o humorista gaúcho Eduardo Gustavo Christ, conhecido como Badin O Colono, criador da Vakinha beneficiada, se defendeu sobre a doação nesta sexta-feira (19). Apesar de ter postado sobre ter recebido R$ 1 milhão de Nego Di na época, ele agora disse não ter como saber se de fato o dinheiro entrou. “Teve dias que entrou mais de R$ 10 milhões, não tinha como acompanhar se as doações que ele iria fazer ia entrar ou não. Muitos já sabem, o dinheiro foi administrado pelo Instituto Vakinha, eu repassava para eles e eles destinavam. Não tinha como eu saber se a doação entrou ou não”, se defendeu.

“Galera, todo mundo está me mandando mensagem sobre a questão da doação. O que acontece, durante as enchentes, ele [Nego Di] ajudou muito a divulgar a vakinha, e teve um dia que ele me chamou e falou ‘cara, quero doar R$ 1 milhão’. Meu Deus, porque vou negar uma doação? Ele disse um pessoal vai fazer essa doação e no valor total vai ser R$ 1 milhão, vai entrar em partes. Ele mandou o comprovante, eu estava feliz mesmo porque iria entrar uma doação de R$ 1 milhão, por isso eu postei”.

CNN entrou em contato com a defesa de Nego Di sobre o caso da vakinha e aguarda retorno. Já o MP-RS disse que ainda não irá se manifestar sobre a investigação. Relembre o caso

O Ministério Público do Rio Grande do Sul investiga o influencer gaúcho por lavagem de cerca de R$ 2 milhões com rifas virtuais promovidas nas redes sociais.

A esposa de Nego Di também foi presa em flagrante, durante a operação, depois que os agentes encontraram uma arma de uso exclusivo das Forças Armadas, sem registro, sob posse dela. Dois carros de luxo do casal também foram apreendidos.

Nego Di também é investigado por não entregar produtos da loja “Tadizuera”.

Por CNN Brasil

Continue lendo

Cultura

Cantora da Região representa o Rio Grande do Sul no Canta Comigo Teen da TV Record

Publicado em

em

A história de Tainá Boeri, uma jovem talentosa de Sagrada Família, está prestes a ganhar um novo capítulo. Tainá foi selecionada para participar da 5ª temporada do Canta Comigo Teen, programa exibido pela Record. A data em que Tainá aparecerá na telinha será divulgada em breve, no perfil da cantora @tainaboerivieira.

Desde muito pequena, Tainá encontrou na música uma ligação especial com sua irmã, que já é falecida. “Minha irmã que hoje é um anjo no céu, gostava muito de cantar e tocar flauta, então desde pequena eu me apeguei à música, sinto que ela me liga à minha irmã, sendo uma coisa que compartilhamos”, diz.

Quando perguntada sobre seus sonhos de infância, Tainá sempre tinha uma resposta pronta: “Eu quero ser cantora!”. Sem vergonha de subir em um palco e pegar um microfone, ela se apresentava na escola e no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) desde cedo. Com apenas 4 anos, já estava envolvida na arte, dançando nas invernadas e declamando poesias nos concursos da região, tendo sido prendinha dente de leite do CTG Sentinela da Várzea.

Aos 10 anos, Tainá decidiu fazer aulas de piano com o professor Mario Morlim, que a incentivou a explorar seu talento vocal. Em 2022, a jovem se inscreveu em seu primeiro festival de música, sem nunca ter tido uma aula de canto formal. Para sua surpresa, conquistou o segundo lugar e, desde então, tem participado de vários festivais, acumulando prêmios que guarda com muito carinho.

Hoje, com 14 anos, Tainá recebe orientação da preparadora vocal Caroline Barboza e está determinada a seguir a carreira artística. “Hoje faço acompanhamento com a preparadora vocal Caroline Barboza e pretendo seguir a carreira artística. O meu sonho desde pequena é ser cantora e a música não faz somente parte da minha vida, a MÚSICA é a minha VIDA, meu oxigênio, a música é quem eu sou e sinto que ela é um pedaço que tenho da minha irmã, sei que de onde ela estiver ela está torcendo por mim e tenho certeza que ela gostaria de me ver realizando o sonho de estar no programa”, declara.

Fonte: Tribuna da Produção

Por Observador Regional

Continue lendo