Após assalto a carro-forte em Guaíba, criminosos usam barco na fuga

0
88

Criminosos atacaram um carro-forte em Guaíba, na manhã desta quarta-feira (29), e fugiram levando armas e dinheiro. O crime aconteceu no momento em que o veículo abastecia o caixa eletrônico localizado em um supermercado no bairro Jardim dos Lagos.

Segundo as primeiras informações, ao menos sete criminosos participaram da ação —quatro suspeitos já foram presos. Eles chegaram ao supermercado usando dois veículos — um deles uma Ecosport com falsos adesivos da Polícia Civil. Os assaltantes usavam uniformes completos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Após renderem os vigilantes, os assaltantes trocaram de veículo e fugiram num furgão pertencente a uma suposta dedetizadora, levando armas e dinheiro em direção a Eldorado do Sul. Durante o trajeto, o grupo largou miguelitos pela pista da BR-290 para dificultar a perseguição das forças de segurança. 

O grupo abandonou o veículo na ponte sobre o Rio Jacuí e se dispersou no matagal e também em uma embarcação, com parte fugindo em direção à região da Ilha do Pavão. Pelo menos três pessoas foram feitas reféns no caminho: um dono de veículo, na Ilha dos Marinheiros, além de dois proprietários de casas na área. Na região, moradores estão recolhidos em suas casas enquanto policiais realizam as buscas.

BM, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Marinha do Brasil fazem buscas por outros cinco integrantes — somente da Brigada Militar são pelo menos 80 policiais envolvidos. Os criminosos chegaram a disparar contra o helicóptero da BM. 

O barco utilizado na fuga já foi localizado. A bordo, munições, coletes balísticos e camisetas da Polícia Civil. Armas e parte do dinheiro também foram recuperados. Armas teriam sido jogadas na água e, por isso, bombeiros foram chamados para realizar mergulhos na região.

Inicialmente, a Brigada Militar havia informado, até as 11h50min, que quatro criminosos haviam sido presos. Entretanto, a informação foi retificada pela corporação e, naquele momento, havia apenas dois detidos. Outros dois suspeitos foram abordados, mas liberados.  Por volta das 14h, mais dois suspeitos foram detidos na Ilha dos Marinheiros.

O cerco na área permanece e a orientação é que motoristas evitem trafegar pela BR-290, na região do Arquipélago.

No local do assalto, há poucos sinais da ação criminosa. O carro-forte visado pelos ladrões segue estacionado em frente ao supermercado, guarnecido por dois policiais militares. Não há fitas isolando o veículo, parado a menos de dois metros da entrada do supermercado aguardando perícia. Um carrinho de compras foi colocado para manter aberta a porta da viatura, com placas de São Paulo e pertencente à empresa TB Forte.

Na fachada do supermercado há pelo menos uma câmera de segurança direcionada para o veículo. A gerente da loja de 4,6 mil metros quadrados não quis informar se o assalto foi flagrado pelas câmeras, alegando não ter autorização para falar com a imprensa. Segundo a assessoria de imprensa do Grupo Big, a empresa está colaborando com as autoridades policiais e que não houve violência contra os funcionários, tampouco prejuízos materiais e pessoais. 

A assessoria diz ainda que os bandidos não chegaram a entrar na loja, porém dois caixas eletrônicos instalados na parte interna, em frente aos caixas, estão isolados por fitas.

O estabelecimento segue funcionando normalmente, com clientes sem qualquer restrição de acesso. O atendimento ao público não chegou a ser suspenso. 

Fonte: Zero Hora; Foto: Brigada Militar