Covid-19: comitê debate restrições e aprova aumento na remuneração para garantir atendimento médico no Pronto Socorro nos feriadões

0
35

O Comitê de Atenção e Prevenção ao Covid-19 de Panambi reuniu-se na manhã desta quarta-feira (23).

No encontro, foi debatido as restrições em vigência no município. O comitê apresentou alternativas e o prefeito Daniel Hinnah decidiu manter as regras atuais, entre elas, a proibição da venda de bebida alcoólica em todos os estabelecimentos do município após às 19h.

Além disso, a prefeitura apresentou a proposta de ofertar aos médicos plantonistas do Pronto Socorro uma remuneração de 50% a mais do valor da hora de plantão para atuarem no feriado de Natal (entre 24 a 27 de dezembro) e Ano Novo (entre os dias 31 de dezembro a 3 de janeiro).

De acordo com o prefeito Daniel Hinnah, em entrevista à Rádio Sulbrasileira, a medida é para garantir a presença de médicos neste período.

“Por contratos, nossos plantonistas que trabalham no Pronto Socorro municipal nos dias 24 e 25, Natal, e 31 de dezembro e 1º de janeiro, virada de Ano Novo, já tem uma previsão de remuneração de 50% a mais do valor da hora do plantão. Mas nesse ano especialmente temos o final de semana logo na sequência, tanto no Natal quanto no Ano Novo. Isso torna mais difícil de conseguir profissionais para trabalhar no Pronto Socorro nestes dias”, explica.

O comitê entendeu como essencial a medida e apoiou a intenção de reforçar a remuneração para garantir o atendimento do Pronto Socorro nos feriadões.

“Nós decidimos ouvir o comitê com a justificativa de que não podemos deixar de ter atendimento, especialmente no meio da pandemia, e o comitê aprovou para conseguir garantir médicos plantonistas nestes feriadões estendidos”, explicou o prefeito.

“Isso é apenas uma forma de garantir que tenhamos profissionais. Lembrando que os ESFs estarão fechados por ser feriado e por ser final de semana, tornando o Pronto Socorro um serviço ainda mais essencial”, reforça.