Covid-19: Panambi confirma mais uma morte e total sobe para 98

0
32

Panambi teve mais uma morte por Covid-19 confirmada pelo Centro de Operações de Emergência da Saúde. Com isso, o total de pessoas que morreram em decorrência da doença chega a 98.

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde, a nova vítima é uma homem de 70 anos que estava internado e faleceu no dia 27 de maio.

Ao todo, 6 óbitos foram registrados na região durante. Além de um em Panambi, três em Ijuí e 1 Augusto Pestana. O total de mortes nos vinte municípios da região subiu para 471.

Mais 31 casos confirmados

O município registrou 31 casos nesta sexta-feira (28), 16 homens (1 a 60 anos) e 15 mulheres (8 a 60 anos).

Com as novas confirmações, Panambi atingiu a marca das 5.199 pessoas infectadas desde o início da pandemia. Destes, 4.899 (94,2%) são considerados recuperados e 202 em recuperação (casos ativos), patamar semelhante ao registrado no final do mês de fevereiro e início da março, quando o município registrou a última onda de Covid-19.

Há ainda 6 exames RT-PCR aguardando resultado do Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul.

A região registrou 251 casos, a maioria em Panambi. Dos demais, 38 foram registrados em Ijuí e 6 em Condor. Ao todo, os vinte municípios da região já registraram 25.355 casos.

Hospital de Panambi registra 27 internações

Com o aumento de no número de casos de Covid-19 nos últimos dias, o Hospital de Panambi registrou 27 internações nesta sexta-feira (28).

A enfermaria da Ala Covid, localizada na clínica médica, registrou 22 pacientes. Esta quantidade representa mais da metade da capacidade total da casa de saúde, o que acende novamente um alerta.

A Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) permanece com cinco pacientes. Ou seja, todos os leitos estão ocupados. A lotação é registrada há semanas.

Em nota, o hospital reforça a necessidade de manter o distanciamento e evitar aglomerações, além das demais recomendações de prevenção ao covid-19.

“O cenário à nível regional com o aumento das internações e estadual continua muito grave, com as internações, especialmente de UTI, lotadas, além da escassez de medicamentos, especialmente de anestésicos e relaxantes musculares, essenciais para os pacientes em UTI”, alerta o hospital.

A região permanece com 67 pacientes internados em UTI. Ao todo, há 6 leitos livres na região.

Do total, 46 (68,7%) estão diagnosticados com Covid-19. A taxa de ocupação na rede pública é de 96,3% (52 pacientes para 54 leitos) e na privada reduziu para 78,9% (ou seja, 15 dos 19 leitos estão ocupados).