Criado em Panambi o Movimento Pela Moradia

0
55

Em reunião realizada dia 08 de abril de 2022, na Associação dos Moradores do Bairro Pavão em Panambi (RS), com início às 19 horas, reuniram-se moradores interessados na criação do Movimento pela Moradia de Panambi. O Vereador e Advogado Claudio Motta e o líder comunitário Jair Luz de Lima que coordenaram os trabalhos da reunião destacaram que o objetivo da reunião era a criação do movimento e a definição dos demais aspectos para a conquista da casa própria.

Foram registradas as presenças do Vereador e Radialista Claudio Dias, do Vereador André Klos e do Jornalista e Advogado Jorge Arruda (assessor parlamentar).

Foi abordado na reunião que a origem da ideia do movimento foi a discussão em torno dos lotes desocupados do Loteamento Ricardo Schmidt II, sendo que foram sorteados 110 lotes, mas cerca de 30 conseguiram construir suas casas e que muitos não estão pagando as prestações. Por isso, a Procuradoria Geral do Município fará a notificação dos inadimplentes ou que não utilizaram os lotes para a retomada, já que formalmente existe um contrato entre o Município e os sorteados/compradores.

Dessa forma, a questão dos lotes sorteados serão retomados pelo Município e entregue para os inscritos que estão na fila de espera. Por isso, importante que o Movimento busque alternativas para buscar moradia para as demais pessoas que não estão inscritas para os lotes do Ricardo Schmidt, sendo uma delas o fortalecimento do FUNDO LOCAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL, com a busca de emendas parlamentares e recursos para projetos na área de habitação.

Ao final, foram destacados alguns encaminhamentos para o movimento: agendar reunião com o Prefeito e a Secretária da Habitação, para receberem uma representação do movimento, para explanar que o movimento foi criado e quais os objetivos; buscar espaço nas emissoras de rádio e jornal; agendar uma fala de um representante do movimento na Tribuna da Câmara; verificar a possibilidade da realização de uma Conferência Municipal da Habitação; iniciar a busca de emendas parlamentares de deputados federais, deputados estaduais e Senadores, para o Fundo Municipal de Habitação; elaborar projeto para solicitar recursos das empresas; elaborar/rever/revisar o Plano Municipal de Habitação (em parcerias com entidades educacinais); buscar a realização de cursos para os integrantes do movimento, entre outros encaminhamentos.