Defesa Civil divulga relatório sobre prejuízos causados por chuva intensa

0
51

No município de Sagrada Família foi registrada, no sábado (26/6), tempestade que danificou 500 residências nas zonas urbana e rural, afetando 1.900 pessoas e deixando 16 desalojadas. Conforme a Defesa Civil, há quatro feridos leves e um grave. Um jovem de 29 anos estava dentro de casa quando caiu uma parede por cima dele. Teve traumatismo craniano e foi transferido para o Hospital de Caridade de Palmeira das Missões, onde está internado em estado grave.

Mata enchente foto1
Em Mata, rio que passa pelo município provocou enchente também na área urbana – Foto: Divulgação Defesa Civil

Em Santa Maria, alagamentos afetaram 100 pessoas. Conforme dados da Defesa Civil, 23 residências foram atingidas por alagamento ou destelhadas. Ainda houve a obstrução de vias públicas.

Em Mata, também na região central do Estado, ocorreram alagamentos. A forte chuva provocou a elevação do rio Poraíma, causando inundação em residências e áreas comerciais. Equipes municipais seguem levantando informações sobre possíveis estragos.

Tempestade de granizo ocorreu em Alto Alegre, afetando 45 pessoas. De acordo com a Defesa Civil, 17 residências foram atingidas na área rural. Equipes municipais estão mobilizadas em ações para auxiliar moradores. Não há registro de feridos, desabrigados ou desalojados.

O rio Rosário provocou enchente em parte de Santiago, causando a interrupção de estradas. Quatro residências foram atingidas pela intensa chuva na área urbana da cidade, prejudicando 20 pessoas.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul