Diretores da Anvisa pedem proteção policial após novas ameaças

0
75
Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pediu proteção policial a seus dirigentes e servidores, após eles terem recebido ameaças pelas redes sociais. O pedido foi enviado nesse domingo (19) à Polícia Federal e ao Ministério da Justiça. A Anvisa requisitou também que o procurador-geral da República, Augusto Aras, investigue as ocorrências.

“A Anvisa informa que, em face das ameaças de violência recebidas e intensificadas de forma crescente nas últimas 24 horas, foram expedidos neste domingo (19) ofícios reiterando os pedidos de proteção policial aos membros da Agência. Tais solicitações já haviam sido feitas no último mês de novembro quando a agência recebeu as primeiras ameaças”, diz o órgão, em nota.

As ameaças surgiram após a Anvisa autorizar a vacinação, contra a covid-19 em crianças. A medida foi contestada pelo presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores. O chefe do Executivo disse, na quarta-feira (16), que queria divulgar publicamente o nome dos responsáveis pela decisão, o que foi contestado pela instituição.

“O crescimento das ameaças faz com que novas investigações sejam necessárias para identificar os autores e apurar responsabilidades”, diz a Anvisa.

A Anvisa informou ainda que não publicará os anexos que materializam as ameaças recebidas para não expor os dados pessoais dos envolvidos, no entanto, disse que todas as informações foram encaminhadas às autoridades responsáveis.

Fonte: Agência Brasil