Gabinete de Crise aguarda resultado de evento-teste para iniciar processo de flexibilização de eventos

0
46

Na medida em que o Gabinete de Crise vem observando a redução de internações em UTI e em leitos clínicos, apesar de o número de casos confirmados de Covid-19 continuar alto, a atenção se volta para a flexibilização com relação a eventos, um dos setores mais afetados pelas restrições necessárias ao enfrentamento da pandemia de coronavírus.

Em reunião nesta quinta-feira (29/7) na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, o coordenador do Gabinete de Crise, Marcelo Alves, afirmou que a intenção do governo do Estado é iniciar o processo de liberação a partir da próxima semana. No entanto, são aguardados os resultados de evento-teste realizado no último domingo (25/7) para discutir como se dará essa flexibilização de todos os tipos de eventos, não só aqueles com testagem prévia, e para todo o Estado. A previsão é de que a análise dos dados seja concluída nos próximos dias.

“Estamos observando que a vacina funciona, mas não podemos permitir uma liberação desordenada sob risco de criarmos novas variantes do coronavírus. Queremos fazer essa flexibilização, mas com todas as medidas sanitárias e em um movimento sem ida e vinda. Portanto, vamos esperar o momento certo, depois da análise do resultado desse primeiro evento-teste. A liberação vai ocorrer, mas ainda precisamos discutir como será feita”, esclareceu Alves.

A liberação ocorrerá somente diante dos resultados do evento-teste. A partir disso, haverá avaliação da quantidade de público liberada e como o processo será feito. “Não é uma liberação total, sem regramento e protocolos. Será feito com parcimônia e cuidado, avaliando o que foi feito no evento-teste e os resultados”, destacou o coordenador do Gabinete de Crise, ressaltando que detalhes ainda serão definidos.

Outras demandas da prefeitura de Porto Alegre, representando a região Covid Metropolitana (R10), também serão avaliadas à luz do resultado do evento-teste.

Na mais recente reunião do Gabinete de Crise, realizada na quarta-feira (29/7), foi deliberada a manutenção do atual quadro do Sistema 3As de Monitoramento, sem emissão de novos Avisos ou Alertas. Mesmo assim, o governo do Estado reforça a necessidade de cuidados de prevenção ao coronavírus para impedir a disseminação da variante delta, cuja transmissão comunitária já foi confirmada no Rio Grande do Sul.

Os coordenadores do GT Protocolos, Bruno Naundorf e Felipe Bellé, e o assessor de gabinete da Casa Civil André Palácio acompanharam a reunião. Por parte da Câmara, estiveram presentes os vereadores Ramiro Rosário, Mariana Pimentel, Felipe Camozzatto, Comandante Nádia e Mauro Pinheiro.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul