Governo do RS publica decreto que desobriga uso de máscaras ao ar livre

0
74
Foto: EVANDRO LEAL/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

O governo do Rio Grande do Sul publicou, na noite de quarta-feira (16), um decreto que determina o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em ambientes ao ar livre. O documento está disponível no site do governo do estado.

A decisão foi tomada pelo Gabinete de Crise para o Enfrentamento à Covid-19, acolhendo entendimento do Comitê Científico. Uma nota técnica foi publicada com as orientações e justificativas para a decisão.

“Não é uma recomendação ou uma liberação, mas sim uma possibilidade que se apresenta diante do momento em que vivemos, com o avanço da vacinação e a redução dos indicadores da pandemia. É importante lembrar que a adesão à vacinação é essencial para que possamos continuar no caminho de retomada para a normalidade”, diz o governador em exercício Ranolfo Vieira Júnior.

Os técnicos ressaltam, no entanto, que segue recomendado fortemente o uso de máscara, mesmo em locais abertos, para pessoas com comorbidades ou que estejam apresentando sintomas gripais. Veja os grupos que devem continuar usando o acessório:

  • Não vacinadas
  • Com doenças autoimunes
  • Que tomem medicações imunossupressoras
  • Com obesidade, doença neurológica, doença cardiovascular, síndrome de down, diabete mellitus, doença renal crônica, doença crônica descompensada
  • Em tratamento oncológico

A máscara também é recomendada para ambientes abertos durante situações de risco aumentado, como em locais sem distanciamento ou em longos períodos de exposição, como shows e estádios de futebol. Em ambientes fechados, a máscara continua de uso obrigatório.

Porto Alegre já havia permitido a circulação de pessoas sem máscaras em locais abertos. Desde 11 de março, foi “dispensado o uso de máscara de proteção individual para circulação em espaços abertos públicos e privados, em vias públicas e demais locais abertos de uso coletivo”.

Na próxima sexta (18), a prefeitura da Capital irá discutir a possibilidade de flexibilizar a norma para ambientes fechados.

A postura foi seguida por municípios e associações regionais do interior do estado. A Federação das Associações dos Municípios do RS (Famurs) chegou a enviar um ofício ao Palácio Piratini solicitando a mudança para todas as 497 cidades gaúchas.

Fonte: G1 RS