Homem é preso por suspeita de maus-tratos contra cachorro em Esteio

0
45
A lei nº 9.605/98 aponta como criminoso qualquer cidadão que pratique ação de crueldade contra animais, impondo de tal modo pena de detenção de três meses a cinco anos, além de multa e inclusão do nome no registro de antecedente criminal.

A Polícia Civil prendeu em flagrante um homem de 44 anos suspeito de maus-tratos contra um cachorro em Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O animal apresentava uma fratura em uma das patas traseiras, que precisou ser amputada, e se recupera em uma clínica veterinária da cidade. O caso aconteceu na última sexta-feira (24).

Cachorro sofreu uma fratura exposta em uma das patas. Tutor é suspeito de ter causado o ferimento, disse a polícia — Foto: Polícia Civil/Divulgação

De acordo com a delegada Luciane Bertoletti, responsável pela investigação, o cachorro estava na área de uma casa no bairro Primavera. Uma denúncia anônima levou a polícia ao local.

O suspeito de ter causado o ferimento, tutor do animal, alegou à polícia que não havia percebido que o cão estava ferido.

“O animal não conseguia se movimentar. Um veterinário constatou que o cão estava há mais de 24 horas sem água, comida e abrigo. Ainda não foi possível saber se o ferimento foi causado por um acidente ou por uma pessoa, mas vamos investigar se o tutor ou algum familiar teve envolvimento”, diz.

Após receber alta, o cachorro deve ser encaminhado para adoção.

Fonte: G1RS