Motorista de caminhão que colidiu contra van na BR-386 em Constantina afirma que dormiu ao volante

0
299
Foto: Eduardo Cardozo / Rádio Minuano FM de Sarandi/Divulgação

O motorista do caminhão que colidiu frontalmente contra uma van na BR-386, em Constantina, no norte do Estado, afirmou à Polícia Civil que dormiu ao volante. A declaração foi dada em depoimento realizado ainda no hospital do município nesta segunda-feira (4). Sete pessoas, incluindo um bebe de dois meses, morreram no acidente.  A Polícia Civil, no entanto, já obteve o depoimento de uma testemunha de que a colisão ocorreu por uma ultrapassagem indevida por parte do caminhão. De acordo com o delegado Leandro Antunes, não há elementos que configurem uma prisão em flagrante.  O nome do motorista não foi divulgado pela polícia.

Conforme o delegado Leandro Antunes, responsável pelo caso, o homem, de 22 anos, afirmou não lembrar do ocorrido. Ele realizou o teste do etilômetro, que deu negativo. 

— Nós iremos aguardar o resultado da perícia, para confirmar que não houve nenhum problema mecânico no caminhão. Mas, ao que tudo indica, iremos indiciá-lo por homicídio culposo no trânsito — afirmou o delegado. 

Ainda segundo a Polícia Civil, o motorista do caminhão relatou que saiu de Palmitinho, localizada a cerca de cem quilômetros de Constantina, com o caminhão vazio e teria como objetivo carregar o veículo. Ele deve receber alta ainda nesta segunda-feira.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) esteve no local da colisão. Com o trabalho dos peritos, o delegado espera receber também informações sobre a velocidade que seguia o caminhão. As vítimas estavam em uma van que saiu de Constantina transportando pacientes para consultas em Tenente Portela . Os mortos são o motorista da van,  Magno Zanella, e seis passageiros.