Mulher descobre estar grávida de dois pares de gêmeos idênticos

0
65
Ashley Ness descobriu estar grávida de um par de meninos e outro de meninas Foto: GoFundMe
Ashley Ness descobriu estar grávida de um par de meninos e outro de meninas Foto: GoFundMe

Caso aconteceu com a norte-americana Ashley Ness; ela dará à luz 2 meninos e 2 meninas, que se chamarão Chesley, Chatham, Chance e Cheston.

Em fevereiro, quando foi a uma consulta ginecológica, Ashley Ness não imaginava estar grávida. Ela queria, apenas, renovar a receita de pílula anticoncepcional.

Duas semanas depois, ao fazer um ultrassom que chocou a funcionária que a atendia, ela descobriu estar grávida não apenas de um, mas de quatro bebês.

O caso se tornou ainda mais raro quando testes apontaram que os quatro, na verdade, formavam dois pares de gêmeos idênticos. “Eu não sabia nem o que dizer naquele momento”, contou Ashley em entrevista à revista People, que noticiou o caso.

Ahmet Baschat, um médico entrevistado pela revista, disse que a chance de uma gestação como a da mulher acontecer é de 1 em 10 milhões. “Se ela jogasse na loteria, ela estaria rica”, brincou.

Ahmet explicou que o fenômeno ocorre quando dois óvulos são fertilizados ao mesmo tempo e se dividem. Porém, ele ressalta ser uma gravidez de alto risco.

Ashley contou que os parentes dela e do namorado, Val, já possuem um histórico de gêmeos na família. Os irmãos da mãe dela eram gêmeos, o avô também tinha um irmão gêmeo e a tia deu à luz gêmeos. Da parte de Val, a mãe é gêmea e a irmã possui filhos gêmeos.

Nos exames, a mulher descobriu que terá dois meninos e duas meninas. À revista, ela brincou: “Vou esquecer quem é quem. Eles vão pregar peças em mim”.

Ashley já possui uma filha, Chanel, de 8 anos. O namorado também já tem três filhos: Isiah, de 10 anos, Zayden, de 7, e outro de 24 anos que não mora com o casal, cujo nome não foi mencionado. Os cinco vivem em Massachusetts.

Ela, inclusive, escolheu o nome dos bebês que estão por vir. Mantendo uma tradição na família em que os nomes começam com “ch”, Ashley decidiu que os quatro se chamarão Chesley, Chatham, Chance e Cheston.

Amigos do casal criaram uma campanha de arrecadação na plataforma GoFundMe para ajudar Ashley e Val com as finanças que virão com a chegada dos bebês.

Segundo a descrição da campanha, a mulher é cabeleireira de meio período e o homem, mecânico de pequenos motores. O pedido argumenta que o custo para criar um filho nos Estados Unidos é de US$ 17 mil por ano – o equivalente a mais de R$ 90 mil na cotação atual.

Conforme a campanha, as despesas para a criação dos quatro chegará a mais de US$ 68 mil – que equivale a mais de R$ 360 mil. A meta da vaquinha é arrecadar US$ 15 mil, ou quase R$ 80 mil.

O nascimento dos quatro está previsto para acontecer em outubro. Porém, como é uma gestação de alto risco, os médicos optaram, para garantir a saúde de Ashley e dos recém-nascidos, por uma cesariana, que acontecerá em agosto.

Fonte: Terra