Conecte-se conosco

Destaque APP

O que é comida de verdade?

Publicado em

em

ūü•¶ √Č tudo aquilo que √© limpo e natural e que voc√™ conseguiria fazer sozinha em casa. Sem pacotes, aonde voc√™ apenas descasca, lava ou prepara e consome.
ūü•Ě Comida de verdade n√£o tem nada a ver com aqueles produtos car√≠ssimos sem gl√ļten, sem lactose, com baixas calorias, shakes, etc.
ūü•ö √Č na verdade aquilo que nunca deveria ter sido substitu√≠do por pacotes no nosso card√°pio.
ūü•ó √Č TUDO AQUILO QUE NOSSOS AV√ďS COMIAM!!
.
COMIDA DE VERDADE, como identificar:
1- ūü•ē – Voc√™ encontra esses alimentos na feira, fruteira ou a√ßougue;
2- ūü•ē – S√£o itens da natureza, s√£o minimamente ou nada processados;
3- ūü•ē – Estragam e n√£o duram 6 meses.

Dica das nutris @tamidesconzi_nutri e @luciananascimentonutri

Nutrire Equilíbrio e Nutrição

55 99949-6442 com Tamires

55 99121-9037 com Luciana

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

PIRAPOENSE CONDENADO A 34 ANOS DE CADEIA

Publicado em

em

Justiça condena a 34 anos de prisão homem acusado de estuprar e assassinar mulher em Caxias do Sul

Naiara Ketlin Pereira Maricá, de 18 anos, foi morta em 2023 após festa de ano-novo por homem que se ofereceu para acompanhá-la até em casa. Condenado está preso.

A Justi√ßa do Rio Grande do Sul condenou a 34 anos de pris√£o Ricardo Silveira Sebastiany pelo estupro e assassinato de Naiara Ketlin Pereira Maric√°, de 18 anos, em Caxias do Sul, na Serra. O caso ocorreu em 1¬ļ de janeiro de 2023.

A Defensoria P√ļblica do Estado, respons√°vel pela defesa de Sebastiany, disse que “vai se manifestar apenas nos autos do processo”. A pena deve ser cumprida em regime fechado. O condenado est√° na Penitenci√°ria Estadual de Bento Gon√ßalves.

De acordo com o Minist√©rio P√ļblico (MP), a investiga√ß√£o policial do caso come√ßou na manh√£ do dia 1¬ļ, quando a m√£e de Naiana encontrou ela morta dentro da casa que morava no bairro Esplanada. No corpo, havia ferimentos que sugeriam terem sido causados por faca e tamb√©m sinais que remetiam a viol√™ncia sexual.

A Polícia Civil descobriu que Naiara havia saído na noite anterior para festejar o ano-novo com amigos, mas passou mal e decidiu voltar para casa. Sebastiany estava junto com o grupo e se ofereceu para acompanhá-la. Os dois não se conheciam antes.

Imagens de c√Ęmeras de seguran√ßa ajudaram a pol√≠cia a identificar Sebastiany. Nos registros, ele √© visto caminhando com Naiara. Essa teria sido a √ļltima vez que ela √© vista com vida.

Fonte: G1 RS

Continue lendo

Destaque APP

Brigada Militar prende dupla por tráfico de drogas em Veranópolis

Publicado em

em

No fim da tarde da sexta-feira, 1¬ļ de mar√ßo, a Brigada Militar, atrav√©s da For√ßa T√°tica, prendeu um homem de 19 e outro 50 anos pelo crime de tr√°fico de drogas, em Veran√≥polis.

A pris√£o aconteceu no bairro Santa L√ļcia, onde ap√≥s uma abordagem a dois ve√≠culos, foi localizada 01 por√ß√£o de coca√≠na, pesando 55 gramas, 01 balan√ßa de precis√£o, R$ 1.260,00, 02 telefones celulares, restando tamb√©m dois autom√≥veis Gol apreendidos, os quais eram utilizados para transporte de drogas.

Diante dos fatos, os homens foram encaminhados à Delegacia de Polícia para lavratura do auto de prisão em flagrante, por tráfico de drogas e, posterior, conduzidos ao Presídio Estadual de Nova Prata, onde ficarão a disposição da justiça.

Fonte: Comunica√ß√£o Social do 3¬ļ BPAT

Continue lendo

Destaque APP

Casal acusado pelo MPRS é condenado por estupro de três filhas, em Viamão

Publicado em

em

O Poder Judiciário de Viamão condenou um casal pelo estupro de três filhas. Os crimes ocorreram mediante ameaças desde quando as jovens tinham, pelo menos uma delas, seis anos de idade. Uma delas sofreu abusos ainda antes do ano de 2009.

O pai das vítimas recebeu uma pena de 52 anos de prisão e mãe de 40 anos de reclusão. O cumprimento inicial da pena é em regime fechado.

Acusados pelo Minist√©rio P√ļblico do Rio Grande do Sul (MPRS) em 2017, os r√©us foram condenados no dia 22 de fevereiro deste ano na 1¬™ Vara Criminal do munic√≠pio da Regi√£o Metropolitana.

De acordo com a promotora de Justi√ßa B√°rbara Pinto e Silva, as condena√ß√Ķes foram por quatro fatos criminosos envolvendo estupro de vulner√°vel e estupro qualificado.

Conforme a investigação, o fato só foi descoberto porque uma das jovens fez um desabafo com uma colega. Além dos abusos sexuais cometidos pelo pai delas, a mãe era conivente e ainda ameaçava, pelo menos uma das filhas, sobre o risco do pai ser preso.

A mulher também orientava as jovens a mentirem em depoimentos para as autoridades. Duas delas ainda tiveram de fugir de casa para não sofrerem mais com a violência sexual.

Fonte: Minist√©rio P√ļblico do RS

Continue lendo