Conecte-se conosco

Destaque APP

O que fazer com o dinheiro extra do 13º salário e não se arrepender depois?

Publicado em

em

Pagar dívidas, antecipar compras de Natal, e fazer uma reserva para realizar um projeto de curto prazo são algumas opções.

Acostumado a ter o dinheiro contado para o pagamento das contas mensais, o trabalhador que recebe a primeira parcela do 13º salário agora em novembro pode ter a (falsa) sensação de “estar rico”. Antes de sair gastando tudo como se não houvesse amanhã, que tal usar a razão e desembolsar essa grana extra de forma inteligente?

Reinaldo Domingos, presidente da Abefin (Associação Brasileira de Profissionais de Educação Financeira), diz que, como o fim do ano já é uma época de aumento de gastos, por conta das festas de Natal e Ano Novo e, em alguns casos, das viagens de férias, deve-se considerar essas despesas na hora de usar o salário extra. “É preciso olhar para a vida financeira de forma consciente, respeitando o padrão de vida da família”, aconselha. 

Domingos, que também é PhD em educação financeira, afirma que 2022 chega ao fim exigindo um cuidado maior com as finanças pessoais. “É importante entender que o 13º salário foi criado para ser uma gratificação de fim de ano, algo a ser recebido pela população como um presente”, diz. Ele conta que muita gente costuma usar o dinheiro extra para quitar pagamentos em atraso, mas que há consumidores que começar novas dívidas, “uma evidência de que gastam mais do que sua renda permite”.

“Sempre defendo que esse dinheiro não deve ser usado para pagar dívidas, mas em uma situação atípica como a atual é, sim, válido usar desse artifício”, comenta o educador. Ele alerta para a necessidade de se fazer um bom planejamento. “Usar o 13º com inteligência é, neste ano, uma fórmula mais complexa do que nunca, e depende de muito cuidado e análise”, fala o presidente da Abefin, que sugere uma reunião de toda a família para a decisão sobre a melhor maneira de gastar o dinheiro.

Além disso, ele dá três ideias para quem ainda não sabe o que fazer quando o 13º salário cair na conta: 

(1) Pagar dívidas: “O dinheiro extra não deveria ser utilizado para isso, afinal de contas, o correto é planejar e ter compromissos financeiros que caibam no orçamento mensal, mas, como já foi dito, neste ano se abre uma exceção. Antes de sair correndo para acertar as contas, é preciso entender o que e quanto se deve, qual o real ‘fôlego’ para a negociação e quem são os credores”, ensina Domingos.

Ele afirma que é preciso ter cuidado na hora de fazer acordos, pois muitas vezes o devedor acaba aceitando uma proposta que não vai conseguir honrar, o que complica ainda mais sua situação. “Todos estão mais maleáveis no momento de negociar, o que permite obter melhores acordos. Mas o ideal é tentar poupar o 13º, investir (para render), ou destinar uma parte para a realização de sonhos de curto prazo, que podem ser conquistados em até um ano, por exemplo”, comenta. Domingos não descarta o investimento em planos de médio prazo (de um a dez anos), ou de longo prazo (com prazo de realização acima de dez anos).

(2) Fazer as compras de fim de ano: também é comum que as pessoas utilizem o 13º salário para fazer as compras de final de ano, como os presentes ou os produtos para a ceia de Natal. “Não é uma escolha errada, principalmente para aliviar a tensão deste ano. Mas é importante que essas depesas sejam pensadas antecipadamente, inseridas no orçamento financeiro mensal ao longo do ano. Uma maneira de se organizar é escolher uma época do ano, geralmente o início, para fazer essa programação do orçamento. Assim, é possível poupar o 13º inteiramente para a realização dos sonhos”, sugere o presidente da Abefin.

(3) Poupar e investir: Domingos diz que algumas pessoas estão em uma ‘zona de conforto’, pois não têm dívidas, mas também não conseguem poupar. “A elas, faço um alerta, para que ajam com consciência, pois um passo em falso pode levá-los ao endividamento, e até à inadimplência, uma vez que não têm uma reserva financeira para se apoiar.”

Cada um pode usar o 13º salário como quiser e entender que é o melhor para si e para sua família. “No entanto, é importante guardar parte desse abono para começar a formar essa reserva. E quem já está acostumado a poupar, pode aproveitar o dinheiro a mais para ampliar seus investimentos”, finaliza o educador financeiro.

Fonte: R7

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Corpo é localizado na BR-101 com celular e documento de identidade de mulher desaparecida em Torres

Publicado em

em

A carteira de identidade de Tayna da Silva Rosa, 27 anos, e um celular foram encontrados no bolso da calça de um corpo encontrado nas proximidades da BR-101 na manhã desta quinta-feira (22), em Torres, no Litoral Norte. A Polícia Civil afirma que a vestimenta também é parecida com a que Tayna usava quando foi vista pela última vez, em 2 de fevereiro, mas que é necessário exame de DNA para confirmar a sua identidade.

“Embora todos os indícios nos levam a crer ser o corpo e da Tayna, será realizado o DNA do corpo para confirmação” cita trecho de nota divulgada pela Polícia Civil.

Tayná foi vista pela última vez por volta de 8h30min da manhã do dia 2, quando passava em frente a um posto de combustíveis localizado na Vila São João, em Torres. O local fica a cerca de dois quilômetros da casa onde ela vivia com o marido e os filhos há três meses.

A principal hipótese da Polícia Civil para o caso é de suicídio.

Procure ajuda

Caso você esteja enfrentando alguma situação de sofrimento intenso ou pensando em cometer suicídio, pode buscar ajuda para superar este momento de dor. Lembre-se de que o desamparo e a desesperança são condições que podem ser modificadas e que outras pessoas já enfrentaram circunstâncias semelhantes.

Se não estiver confortável em falar sobre o que sente com alguém de seu círculo próximo, o Centro de Valorização da Vida (CVV) presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato. O CVV (cvv.org.br) conta com mais de 4 mil voluntários e atende mais de 3 milhões de pessoas anualmente. O serviço funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados), pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil (confira os endereços neste link).

Você também pode buscar atendimento na Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no telefone 192, ou em um dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) do Estado. A lista com os endereços dos CAPS do Rio Grande do Sul está neste link.

Fonte: Gaúcha ZH

Continue lendo

Destaque APP

Manhã de sexta começa com acidente entre três caminhões

Publicado em

em

No início da manhã desta sexta-feira (23), três caminhões se envolveram em um acidente do tipo frontal na ERS-324, entre Casca e Paraí. O sinistro deixou cinco feridos e nenhum óbito, mas um envolvido ficou preso entre as ferragens.

Um dos caminhões transportava rações.

Os Bombeiros atenderam a ocorrência enquanto o Comando Rodoviário de Casca segue no local orientando o trânsito, que se encontra em meia pista.

Planalto News

Continue lendo

Destaque APP

SANTA MARIA | HOMEM É EXECUTADO A TIROS NA REGIÃO OESTE

Publicado em

em

A Brigada Militar (BM) foi acionada via ciosp para atender uma ocorrência de homicídio por disparos de arma de fogo no bairro Nova Santa Marta. Ao chegar na rua dos Pedreiros foi verificado que a vítima, identificada como Alan Rezes Cezar de 45 anos, estava aparentemente em óbito, caído dentro de casa, em uma peça nos fundos.

Foi realizado contato com o filho da vítima, e este relatou que estavam dentro de casa e escutaram alguém chamar, do portão, o irmão dele. Que então a vítima saiu para verificar, conversou com a pessoa, e quando a vítima estava retornando para a casa, ouviram os disparos de arma de fogo, e viu o pai passar correndo para dentro de casa. A testemunha foi até a vizinha para pedir socorro. Foi acionada o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que compareceu ao local e constatou o óbito, apresentando lesões no ombro, peito, costas e na coxa.

A BM isolou o local e foi acionada o Instituto Geral de Perícias (IGP), que compareceu ao local, bem como comunicada a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP).

Ninguém foi preso e o caso vai ser investigado. Santa Maria registra o 16° homicídio.

Santa Maria News

Continue lendo