Operação Senectus é deflagrada para prevenir e combater a violência contra a pessoa idosa

0
26

A Polícia Civil, nesta terça-feira (15), deflagrou a Operação Senectus, com o objetivo de prevenir e combater a violência contra a pessoa idosa, especialmente em situação de institucionalização em Instituições de longa permanência para idosos (ILPI).

Em razão da pandemia da Covid-19 e das medidas de distanciamento social daí advindas, as visitas de familiares à pessoa idosas residentes em instituições de longa permanência foram reduzida de forma importante.

Assim, após períodos longos sem acesso aos idosos, inúmeras pessoas procuraram a Polícia Civil por serem surpreendidas com a debilidade de saúde de seus familiares, denunciando situações de maus tratos e negligência.

A operação buscou fazer frente a esta demanda, com o cumprimento de mandados de busca e apreensão em Porto Alegre, em 13 instituições de longa permanência. Na ação, foram verificadas as condições de vida dos residentes, colhendo-se indícios de crimes, notadamente maus tratos, abandono e questões envolvendo crimes financeiros como retenção de cartão de aposentadoria.

Em Santa Maria, foram visitadas 5 instituições de longa permanência, abrangendo 118 idosos institucionalizados. A ação contou com uma assistente social da Prefeitura. Não foi constatada qualquer irregularidade nas averiguações. Também foram verificadas 42 denúncias anônimas de maus-tratos, abandono de idoso e apropriação de bem de idoso, tendo sido confirmadas 11 denúncias com indícios de ocorrência de crime.

Operação deflagrada com o cumprimento de MBAs em Porto Alegre, em 13 instiuições de longa permanência.