19.4 C
Panambi
14/06/2021

Polícia Civil procura foragido envolvido em tiroteio em Jaboticaba

- Propaganda -spot_imgspot_img

A Polícia Civil de Jaboticaba, chefiada pelo delegado Gustavo Fleury, está em busca de Rudinei Teles da Silva, o Boca, de 44 anos. Foragido, ele está com um mandado de prisão temporário em aberto por possível envolvimento no tiroteio em Jaboticaba, que resultou na morte de José Antônio Rocha Monteiro e o comissário de polícia Fabiano Ribeiro de Menezes.

Conforme o delegado, a investigação apurou que Rudinei esteve no restaurante onde o tiroteio ocorreu – localizado no centro do município, em frente à prefeitura municipal – junto com o atirador, identificado como Marcos de Moraes Antunes, durante a tarde de domingo (16). Ele teria inclusive participado de uma discussão com José Antônio, que horas depois seria morto por Marcos.

Provas testemunhais e e imagens das câmeras de monitoramento apontam que Marcos e Rudinei saíram do estabelecimento entre às 18h30 e 20h30.

Mas, por volta das 20h32, os dois retornam em uma camionete S10 de Rudinei. Eles estacionam próximo ao bar, onde o comissário de polícia já estava presente. Marcos desce do veículo pela porta do carona, seguido por Rudinei, e se dirigem ao bar.

O que ocorre na sequência é o desfecho trágico flagrado pelas imagens já amplamente divulgadas pelos veículos de comunicação“, afirma o delegado Fleury.

Pelas imagens de videomonitoramento, a polícia constatou a presença de Rudinei junto ao balcão do bar enquanto Marcos atirava à queima-roupa em José.

O assassino vai em direção ao amigo quando o policial se aproxima para tentar prender Marcos.

Rudinei foi identificado como o homem que ficou entre o assassino e o comissário de polícia antes de Fabiano ser atingido.

Durante a troca de tiros, as pessoas fugiram para a rua, o que foi flagrado pelas câmeras. O vídeo ainda mostra Rudinei indo embora sozinho na S10.

Até o momento, ele não foi encontrado pela polícia e por isso está na condição de foragido.

Diante dos fatos, a polícia pede ajuda à comunidade, enviando informações sobre a localização de Rudinei. Denúncias podem ser feitas de forma anônima para a Polícia Civil e à Brigada Militar.

- Propaganda -spot_img
Últimas notícias
Notícias relacionadas
  
 WhatsApp