Postos de Saúde terão atendimento normal a partir de segunda-feira (3) de maio

0
50

Texto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Panambi

A partir da próxima segunda-feira, 3 de maio, as Estratégicas Saúde da Família – ESF’s, mais conhecidos como Postos de Saúde, terão retorno ao atendimento normal, conforme informação do Setor de Estratégia de Saúde da Família, vinculado à Coordenadoria de Atenção Primária em Saúde, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A equipe gestora da Saúde Municipal, considerando a atual situação epidemiológica do município em relação à COVID-19, a grande demanda dos demais atendimentos clínicos e o retorno do Estado do RS a bandeira vermelha, deliberou pelo retorno dos atendimentos de rotina nas ESF’s.

Importante destacar que os atendimentos para pacientes sintomáticos respiratórios (positivos ou suspeitos de Covid-19) continuarão sendo centralizados na Unidade Sentinela localizado na ESF Fensterseifer das 7h30min às 11h 30min e das 13h às 17h. Por isso, os pacientes desta ESF deverão continuar buscando atendimento clínico nas ESFs 12 de outubro, ESF Zona Norte ou ESF Centro.

A proposta da equipe gestora é centralizar os atendimentos dos suspeitos de Covid-19, junto a ESF Fensterseifer, afim de não prejudicar o atendimento das demais necessidades de saúde dos usuários, bem como evitar que os pacientes sintomáticos respiratórios tenham contato com os demais pacientes que objetivam buscar atendimento clínico.

Conforme a Coordenadora de Atenção Primária em Saúde, Amelus Noschang Hartemink, os resultados até aqui são os mais positivos possíveis e destacou “temos a convicção que quando reorganizamos os atendimentos nas diversas ESF’s tomamos a decisão correta, pois conseguimos impedir que os nossos Postos de Saúde se tornassem locais de propagação do vírus”.

Já o Secretário Romário Heitor Malheiros, salientou “agradecemos a compreensão da comunidade e pedimos escusas pelos transtornos causados, porém, somos conscientes que caso tenhamos a necessidade de efetuar alguma alteração nos atendimentos, não exitaremos, pois precisamos continuar freando a propagação deste terrível vírus”.