Projeções sugerem como ciclone Yakecan vai avançar sobre o RS

0
98

Olho da tempestade deve alcançar a região Sul do estado no fim da tarde desta terça-feira

Em alerta máximo para a chegada do ciclone Yakecan, autoridades gaúchas vão seguir monitorando de perto a trajetória do fenômeno e as informações sobre a força do vento que vai atingir o Rio Grande do Sul nesta terça-feira. Os modelos meteorológicos são gerados a partir de supercomputadores, atualizados em períodos específicos de tempo.

Nesta segunda-feira, ao confirmar a gravidade do cenário e alertar para a necessidade de adoção de medidas de contenção, a Defesa Civil Nacional confirmou que vai emitir boletins a cada 12 horas com a atualização do avanço do ciclone. Serão essas atualizações que poderão confirmar se o ciclone vai ou não evoluir para a categoria de furacão.

Todo furacão é um ciclone tropical, mas nem todo ciclone tropical é um furacão. Entre outros aspectos, os requisitos que podem diferenciar os níveis de gravidade se referem à força dos ventos sustentados, ou seja, registrados de maneira constante em determinada localidade e não apenas as rajadas. Nesse contexto, ventos sustentados de 120 km/h compõem uma tempestade tropical. Acima disso, a característica é de furacão.

Terça-feira, 18h

Nessas projeções, o olho do ciclone Yakecan deve atingir a costa do litoral Sul do RS entre o fim da tarde e o início da noite desta terça-feira.

Terça-feira, 20h

No começo da noite, o centro da tempestade vai estar agindo a leste de Pelotas e Rio Grande, ainda na região Sul.

Terça-feira, 23h

No fim da noite, a ‘parede de nuvens’ no centro da tempestade com vento intenso atinge a região da grande Porto Alegre.

Quarta-feira, 4h

Já na madrugada de quarta-feira, o centro do ciclone deve atingir a costa do litoral Norte. Depois, desloca-se para o mar.

Fonte: Correio do Povo