Quatro dias, quatro mortes.

0
97

Desde a última sexta-feira (30), foram atendidos quatro homicídios em Cruz Alta.

A primeira ocorrência atendida foi às 23h da sexta-feira (30), se trata de um homicídio doloso (ato criminoso em que alguém tem a intenção de matar outro indivíduo, tendo plena consciência de que sua ação pode tirar a vida de outra pessoa), momento em que a sala de operações do 16º Batalhão de Polícia Militar, recebeu a informação de que estaria ocorrendo uma briga entre dois indivíduos no bairro de Fátima, quando um dos envolvidos correu pedindo socorro, em seguida foi ouvido um disparo de arma de fogo, que  atingiu o mesmo na parte de trás da cabeça, tendo como orifício de saída o olho esquerdo. O autor do disparo fugiu tomando rumo ignorado; foram realizadas buscas nas redondezas pelos policiais, porém o homem não foi localizado.

O segundo homicídio doloso ocorreu no sábado (02), às 04h30min na rua Miguel de Pauli, Bairro Turíbio Veríssimo. A vítima, um menor de 17 anos de idade.

 Conforme informações da própria mãe do jovem, este estava dormindo com ela quando seu companheiro, padrasto da vítima, chegou embriagado e começou a discutir com ela, momento em que seu filho acordou, foi até a cozinha, pegou uma faca e foi defende-la. Após os ânimos se acalmarem, o menor foi dormir em outro quarto, quando então, seu padrasto pegou uma arma de fogo que estava no quarto do casal e foi até o menino, efetuando um único disparo que atingiu o lado esquerdo do tórax.

 Os vizinhos socorreram o garoto que não resistiu e faleceu após ter sido encaminhado ao Hospital São Vicente de Paulo.

O autor do crime, tem 39 anos e já tinha histórico criminal por ameaça, lesão corporal, posse ilegal de arma de fogo, e roubo a estabelecimento comercial. Após o crime ele deixou o local em uma motocicleta vermelha levando a arma consigo. A Brigada Militar fez buscas em possíveis locais onde poderia estar, porém não o encontraram.

No mesmo dia, aproximadamente 13 horas depois do fato, o autor do homicídio foi vítima às 17h30min após sua residência ter sido invadida por cinco indivíduos que efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra o homem que morreu no local. Após o crime os autores dos disparos, fugiram em um veículo VWGol de cor verde.

A Brigada Militar efetuou a abordagem do veículo no bairro Sta Terezinha I, onde os cinco ocupantes do carro, autores do crime, estavam com cinco armas de fogo sendo três revólveres calibre 38, todos com os seis cartuchos deflagrados e duas pistolas, uma cal. 380 e uma calibre 9mm, as duas com carregador, e com os indivíduos ainda foi encontrado um colete à prova de balas.

Todos foram presos e encaminhados à delegacia de polícia para registro. A motivação do crime foi pelo fato dele ter sido o autor do homicídio do menor, seu enteado, ocorrido na madrugada.

O último homicídio ocorreu na segunda-feira (03), às 21h40min, a Brigada Militar recebeu a informação via telefone de emergência que havia um indivíduo caído na estrada de Benjamim Nott. Guardas da Brigada Militar se deslocaram ao local e constataram que se tratava de um homicídio por disparo de arma de fogo. Próximo ao corpo, no meio da estrada havia um veículo Kadett de cor cinza, o qual foi recolhido para a perícia.

A vítima, um homem com diversos ferimentos de arma de fogo na cabeça e tórax. O local foi isolado e a Polícia Civil contatada para realizar a remoção do corpo.

Informações: 16º Batalhão de Polícia Militar