Região tem alerta retirado do Sistema de Monitoramento da Pandemia

0
109

A Região Covid de Ijuí (R13) – formada por vinte municípios, incluindo Panambi e Condor – teve o alerta retirado do Sistema 3As de Monitoramento da Pandemia pelo Gabinete de Crise nesta quarta-feira (7/7)

Ijuí estava entre as cinco regiões (Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Passo Fundo e Santo Ângelo) a receberem os primeiros alertas, no dia 18 de maio. Ou seja, permaneceu quase dois meses nesta situação.

Conforme o Governo do Estado, Ijuí apresenta queda no número de internados por Covid-19 desde o início do mês de junho, – principalmente nos leitos clínicos – além de ser a Região Covid com a quinta maior porcentagem da população com esquema vacinal completo, ou seja, pessoas que já receberam as duas doses ou dose única da vacina.

Bagé, Cruz Alta, Erechim, e Santa Maria também saíram da classificação após apresentarem melhora nos indicadores.

Porém, o Governo do Estado reforça que estas regiões – incluindo a de Ijuí – devem reduzir os cuidados ou as medidas de prevenção.

“É algo a se comemorar, sim, a melhora de indicadores, mas é importante ressaltar que a retirada dos Alertas não pode implicar no relaxamento nos cuidados. Pelo contrário, quer dizer que devemos seguir com eles, porque estão dando certo. A vacinação está avançando em bom ritmo, mas ainda precisamos manter os protocolos de prevenção para conter o vírus, preservar vidas e manter as atividades econômicas funcionando”, afirmou o governador Eduardo Leite.

O diretor do Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), Pedro Zuanazzi, reforça a importância de manter os cuidados e faz um alerta.

“Apesar da melhora, precisamos manter a atenção, pois nos últimos três dias a taxa de ocupação dos leitos clínicos reduziu muito pouco. Não compromete o quadro positivo de toda a semana, mas é preciso estar sempre olhando cuidadosamente os indicadores. Além disso, a variante delta do coronavírus, que hoje foi confirmada em transmissão comunitária em São Paulo, nos preocupa pelo alto risco que representa”, disse. 

Outras sete regiões – Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Rosa e Uruguaiana – tiveram os alertas mantidos pelo Gabinete de Crise em reunião na tarde desta quarta-feira (7/7).