Reino unido confirma a primeira morte pela variante ômicron

0
185

O Reino Unido registrou a primeira morte por covid-19 ligada à variante ômicron, informou o primeiro-ministro Boris Johnson nesta segunda-feira (13/12). O  país detectou os primeiros casos da variante no país em 27 de novembro. Cerca de 1.239 novos casos foram confirmados no país no último domingo  (12), com o total de detectado subindo para 3.137.

“Infelizmente, foi confirmado que ao menos um paciente morreu com a ômicron, então acho que a ideia de que esta é de alguma forma uma versão mais branda do vírus é algo que temos que deixar de lado”, afirmou durante uma visita a um centro de vacinação.

Recentemente,  a Organização Mundial da Saúde (OMS informou que nova variante ômicron do coronavírus representa um “risco muito elevado” para o planeta.  “Dadas as mutações que poderiam conferir a capacidade de escapar de uma resposta imune, e dar-lhe uma vantagem em termos de transmissibilidade, a probabilidade de que a ômicron se propague pelo mundo é elevada”, afirmou a organização.

“Em função das características podem existir futuros picos de covid-19, que poderiam ter consequências severas”, acrescentou a OMS em um documento técnico, que também apresenta conselhos às autoridades para tentar frear seu avanço. No momento ainda persistem muitas dúvidas sobre a virulência e transmissibilidade da variante.

A ômicron foi identificada pela primeira vez na África do Sul.

Com informações da AFP.