Réu por estupro e morte de adolescente de 15 anos em Catuípe é condenado a 37 anos de prisão

0
41

Julgamento de Pedro Alberto Zimmermann aconteceu nesta quarta-feira (17/11), no Fórum de Catuípe. O cumprimento da pena pelos crimes que resultaram na morte de Maria Eduarda será no regime inicial fechado.

Em julgamento realizado nesta quarta-feira (17/11), os jurados do Tribunal Popular do Júri do Fórum da Comarca de Catuípe condenaram o motorista de transporte escolar Pedro Alberto Zimmermann, de 54 anos de idade, pelo estupro e morte da adolescente Maria Eduarda Zambom, aos 15 anos, na zona rural do município de Catuípe, fatos registrados na data de 29 de março de 2019.

Com base no que decidiu o Conselho de Sentença, a juíza presidente do Tribunal Rosmeri Oesterreich Krüger sentenciou o réu a pena total de 37 anos de reclusão, com cumprimento inicial no regime fechado.

Nos debates, o promotor de Justiça Caio Isola de Aro, da Comarca de Sarandi, que substituiu o promotor titular da Comarca Nilton Kasctin dos Santos (motivos de saúde), sustentou a denúncia inicial, com todas as suas qualificadoras; motivo torpe, meio cruel, recurso de difícil defesa da vítima, feminicídio, estupro com resultado morte, crime cometido por autor com autoridade sobre a vítima e ocultação de cadáver.

O advogado de defesa, Clóvis Edivon Willms, de Santo Ângelo, expôs aos jurados a versão do réu para o caso, negando veementemente a acusação de violência sexual e vontade de matar a vítima, bem como os crimes conexos a ele imputados.

A condenação total de acordo com o que decidiram os jurados:

– Homicídio qualificado: 5 vezestorpe – meio cruel – recurso que dificultou a defesa da ofendida – feminicídio = 22 anos

– Estupro =  13,6 anos 

– Ocultação de cadáver = 1,6 anos 

TOTAL = 37 anos 

Fonte: Ijuinews

Imagem: Rádio Progresso