Tentativa de homicídio no Bairro Serrana pode ter sido retaliação do tráfico, afirma delegado de polícia

0
39

Em entrevista à Rádio Sulbrasileira, o delegado de polícia de Panambi, Gustavo Fleury, deu mais detalhes sobre a tentativa de homicídio registrada em Panambi neste domingo (12). Um adolescente de 17 anos foi baleado na cabeça em uma residência na Rua Serrana, Bairro Serrana.

A vítima segue internada em estado “gravíssimo” no Hospital Vida & Saúde, em Santa Rosa. Ele foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de acordo com as últimas informações repassadas pela assessoria de imprensa da casa de saúde. O delegado afirmou que ele está em coma induzido e não foi possível remover o projétil. “Vamos esperar o tempo necessário que for para que esse rapaz se recupere e possa repassar informações à polícia para elucidação completa desse fato.”

De acordo com Fleury, a vítima havia sido investigado recentemente pela polícia. “Já havíamos recebido denúncias de um possível ponto de venda de drogas no bairro Esperança há cerca de um mês. Fomos até o local mas não encontramos indícios naquela ocasião de comércio. Mas entre os rapazes que identificamos estava esse jovem alvejado por disparo de arma de fogo. Desde então, passamos a ter conhecimento que este rapaz estava transitando em Panambi.”

Ainda no domingo, logo após a vítima ter sido baleada, a Polícia Civil passou a investigar o caso para descobrir quem foram os responsáveis e a motivação do crime. “A gente trabalha com principal uma linha principal, sem descartar nenhuma outra, é uma possível retaliação relacionada ao comércio de drogas. Até porque teve há um mês essa denúncia relacionada ao jovem alvejado.”

Dentro da casa onde ocorreu a tentativa de homicídio, a polícia encontrou um caderno onde havia anotações do comércio de drogas e documentos de outras pessoas. Um veículo foi apreendido.

Conforme testemunhas ouvidas pela polícia, o executor era um homem encapuzado com um toca ninja. Algumas pessoas disseram ter visto duas pessoas. “Isso é típico de atividade de execução. Por essas circunstâncias, a principal linha de investigação é a retaliação por tráfico de drogas.”

Além do jovem baleado, havia outro rapaz que conseguiu escapar por uma janela sem ferimentos. “Temos a presença de um segundo rapaz dentro dessa casa que a gente está tentando identificar, junto com os documentos encontrados na casa de outras pessoas, para que a gente possa coletar todos os depoimentos dessas pessoas e elucidar todos os fatos.”

Por fim, o delegado Gustavo Fleury ressaltou que a Polícia Civil segue trabalhando para solucionar o caso e prender os responsáveis. “Nós daremos uma resposta efetiva para esse caso”, garante.

Confira a reportagem feita pelo repórter Renato Bueno:

https://www.facebook.com/sulbrasileira1320/videos/1491023371079635/?xts%5B0%5D=68.ARDqIoNiLVfWrlP-EKDkP-X1fws-mzdanU9d8lDGC6E95H_nhClU9YbyuuTR2rpfF-fB20brobzSTkY7KKSg5rbv8Nk62M3WjQAVybyPDKI7JQVNoeTZzVVB576hCP1W_tOfgzoUP-oQLfGV6yRG7XEBHlrJSfigOuN_1K13ZyttwjQRZD3yXP24J5EmzEdn8PlgvEGC6P4YwkTdxhSmySgn-QL-Hft5qxRsN_qf6Vqzy_GI-GbFxmbqGBJdv0wSC4SIblKtZZY7b0ySi_kujO0ZdJAKYEfgKIB6pICw1-XRXTfJf59jjwNCEmNjv4NR5J98Q3Q3dEn_0Cfey4-bT8dWw8G2mkSLiqbdmw&tn=-R