Três pessoas morrem em acidente entre cinco carros e um caminhão na RS-153

0
37

Três pessoas morreram em um acidente entre cinco carros e um caminhão na RS-153, na divisa das cidades de Passo Fundo e Ernestina e Ernestina, na noite do domingo (18). Outras oitos ficaram feridas. A colisão ocorreu por volta das 20h.
De acordo com o delegado plantonista de Passo Fundo, Fábio Idalgo Peres, informações preliminares apontam que o caminhão, um bitrem carregado de milho, trafegava no sentido Passo Fundo-Ernestina no sentido correto da rodovia. Ao finalizar uma curva, ele colidiu contra um Peugeot que estaria fazendo uma ultrapassagem.
– Havia um fluxo intenso de carro naquele local, próximo a uma ponte. Tudo leva a crer que todos os veículos estavam no mesmo sentido, de Ernestina a Passo Fundo, só o caminhão estava no sentido contrário, de Passo Fundo a Ernestina. O primeiro veículo que teve contato com o caminhão foi o Peugeot. Há indícios de que o Peugeot estava ultrapassando, aí deu de frente no caminhão. O caminhão se desgovernou, por ser pesado, tombou e foi arrastando os veículos – disse o delegado.
Com a colisão, um Ônix vermelho com placa de Passo Fundo pegou fogo. Havia cinco passageiros no veículo, todos jovens entre 18 e 22 anos, segundo Idalgo. Três morreram no local, carbonizados, e seus nomes ainda não foram divulgados. Outros dois conseguiram sair do carro antes da explosão.
– O resto ficou preso e o veículo pegou fogo – confirma o delegado.
As outras oito pessoas foram encaminhadas a hospitais de Passo Fundo. Seis estão em estado razoável e duas passaram por cirurgia. Elas foram ouvidas pela polícia para entender o que ocorreu na hora do acidente.
Ainda de acordo com o delegado, os envolvidos eram, em sua maioria, jovens que haviam frequentado uma barragem situada em Ernestina na tarde de domingo. O motorista do Peugeot fez o teste do bafômetro e não acusou embriaguez.
A rodovia ficou totalmente bloqueada por cerca de duas horas e meia nos dois sentidos, mas o trânsito foi liberado antes da meia-noite.

Fonte: ZH
Foto: Uirapuru