Unijuí promove, juntamente com a ACI Condor, reunião do Arranjo Produtivo Local de Sementeiros do Noroeste Colonial

0
79

Ontem, 21/09, nas dependências do Complexo 2 da Saúde, Campus da Unijuí em Ijuí, houve uma grande reunião entre as maiores sementeiras da região para consolidação dos objetivos e plano de trabalho do APL Sementeiros do Noroeste Colonial. Além dos gestores do setor sementeiro de Condor/RS, a Associação Comercial e Industrial de Condor, Instituto Federal Farroupilha – Campus Panambi, e gestores e pesquisadores da UNIJUÍ, vinculados ao Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade e ao Programa de Melhoramento Genético de Plantas.

O Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Prof. Fernando Jaime González, recepcionou a todos e, juntamente com o presidente da ACI Condor, Alcione Giovanella, dirigiu o grupo.

Na introdução o diretor da Sementes Van Ass, Alexandre Van Ass, acompanhado de seu irmão Leandro Van Ass, trouxe o histórico do pioneirismo de sua família e de outras famílias que consolidaram o Polo Sementeiro. Falou sobre a imigração europeia que trouxe novas técnicas de cultivo ao Brasil, destacando a importância do Sr. Harri Aernolds, um os pioneiros que trouxe ao País o uso da agricultura de precisão. Também destacou a importância da formação agronômica e educacional que traz consigo inovação e tecnologia ao segmento.

Após essa introdução, a professora Gerusa Massuquini Conceição, Pesquisadora na UNIJUÍ e Coordenadora do Laboratório de Sementes, apresentou alguns números significativos da região na produção de sementes.

Após o momento inicial, cada diretor e agrônomo das sementeiras contribuiu com seus destaques ao arranjo. O agrônomo Ronaldo Muller, gerente da Unidade de Sementes da Cotripal, destacou a importância de se orientar os produtores ao uso de sementes certificadas e de alto padrão genético. O diretor da Strobel Sementes, Jorge Strobel, contribuiu com o exemplo da atual safra onde a Bahia, que utiliza um alto percentual de sementes legais e certificadas, foi o estado que obteve o maior percentual de sacas de soja por hectare colhido no Brasil na safra (68 sacas/ha), enquanto o RS que obteve percentual menor no geral (56 sacas/ha) por muitos produtores adotarem o uso de sementes não certificadas e/ou a opção de salvar sementes. Ana Lúcia Costa Beber e João Paulo Massing, das Sementes Costa Beber, finalizaram destacando os desafios do setor na busca por mão de obra qualificada e acesso a crédito para os revendedores e produtores. Participou também do encontro o professor Rudião, Diretor de Produção, Pesquisa e Extensão, do Instituto Federal Farroupilha de Panambi.

O Arranjo Produtivo Local de Sementeiros do Noroeste Colonial é uma iniciativa da ACI Condor, IFFar Panambi, Unijuí, Regional Federasul e COREDE Noroeste Colonial. A Indústria Sementeira de Condor e região é uma das mais importantes do País, e nos últimos anos tem sido responsável pelo alavancar do desenvolvimento regional, gerando um efeito econômico crescente sobre a cadeia produtiva. O APL Sementeiros visa fortalecer as Indústrias Sementeiras, pois a prosperidade delas é a prosperidade de toda a nossa região.

#MaisDesenvolvimento

#APLSementeiros

Sementes Costa Beber Van Ass Sementes Strobel Sementes Cotripal Agropecuária Cooperativa Sementes Guará UNIJUÍ Instituto Federal Farroupilha Campus Panambi FEDERASUL

Com informações: ACI Condor