Conecte-se conosco

Destaque APP

Caso Bernardo: Leandro e Graciele são condenados por tortura, abandono material e submissão a vexame e constrangimento

Publicado em

em

Acolhendo pedido do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) em Três Passos, a Justiça condenou, na última terça-feira (19), a 5 anos, 6 meses e 20 dias de reclusão e 2 dois anos e 6 seis meses de detenção, em regime inicial semiaberto, os réus Leandro Boldrini e Graciele Ugulini pelos crimes de tortura, abandono material e submissão a vexame e constrangimento cometidos contra Bernardo Boldrini. Os réus também foram condenados ao pagamento de multa.

Na denúncia, o promotor de Justiça Bruno Bonamente ressalta que os réus “expuseram a vítima a intenso sofrimento mental, cujo propósito era o de desestabilizar-lhe emocionalmente, incutindo-lhe o terror, atos estes que eliminaram as referências de uma vida saudável”. Como forma de tortura psicológica, o menino era impedido de conviver e interagir com sua irmã, além de receber ameaças, inclusive de morte. Ainda, por diversas vezes, os denunciados denegriram a imagem da mãe da vítima e o proibiram de falar sobre ela.

O promotor também destaca que, “entre o segundo semestre de 2010 e o dia 4 de abril de 2014 (data da morte da vítima), de forma permanente, na residência da família em Três Passos, os réus, em reiteradas ações e omissões, deixaram, sem justa causa, de prover a subsistência de Bernardo, não lhe proporcionando os recursos necessários.

Embora tivessem plenas condições financeiras, os réus deixaram a vítima, por diversas vezes, sem alimento. O menino era privado de almoços, jantares e lanches da escola”. Além disso, os réus não levavam Bernardo para consultas médicas, odontológicas, psicológicas e psiquiátricas de que necessitava.

Em diversas ocasiões, os réus submeteram a vítima a vexame e constrangimento, impedindo Bernardo de entrar em sua própria casa, não atendendo as ligações feitas por ele e por pais de colegas dele. Os denunciados também faziam com que o menino tivesse que passar vários dias na casa de amigos, sem se interessarem em ir buscá-lo e sem fazer qualquer tipo de contato para saber como estava. Da mesma forma, deixaram de comparecer em eventos importantes, como na primeira comunhão da criança. “Nas mais variadas ocasiões, a vítima comparecia aos eventos públicos completamente desacompanhada dos responsáveis, com vestimentas inadequadas ao seu tamanho e à estação do ano”, destacou o promotor.

Na sentença, a magistrada explica que “além dos vídeos gravados pelos corréus, que revelam um pouco de como era a relação deles com o filho e enteado, uma relação de abusos, sofrimentos e crueldades mentais, outros xingamentos, por meio da aplicação de tormentos sem nenhum cunho educativo, foram proferidos pelos denunciados, que agiam em conjunto contra Bernardo, sempre com a intenção de castigá-lo, com a supressão das referências e bases necessárias a uma vida saudável e ao bom desenvolvimento pessoal e social do ofendido, em sucessivos atos de intimidação e de restrição”.

Fonte e foto: Ascom MPRS

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Inusitado: Mulher devolve calcinha furtada em Lajeado após usar por uma hora

Publicado em

em

Uma loja do centro de Lajeado foi palco de um fato inusitado nesta semana, e o caso foi registrado na delegacia de Polícia Civil. Conforme a ocorrência, duas mulheres entraram na loja para experimentar biquínis.

Quando elas saíram, a vítima percebeu que uma das moças saiu utilizando a calcinha de um dos biquínis, sem que tivesse sido devidamente adquirida. Ela notou a ausência da peça mais de 30 minutos depois, mas teve a sorte de avistar as suspeitas passando em frente à sua loja.

Ao abordá-las, questionou sobre o furto, obtendo inicialmente negativas. No entanto, pouco tempo depois, as jovens retornaram, pediram desculpas e devolveram a calcinha furtada. A vítima constatou que a suspeita já estava usando a peça por mais de uma hora. Diante da situação, a proprietária informou à jovem que a peça estava usada e, portanto, não poderia mais ser vendida. Exigiu que a suspeita pagasse pelo produto.

Diante da recusa em efetuar o pagamento, a vítima decidiu registrar a ocorrência policial, anexando imagens e vídeos do furto como prova. O caso, apesar de peculiar, ressalta a importância de manter a vigilância em estabelecimentos comerciais e a rápida resolução do incidente.

Fonte: Observador Regional

Continue lendo

Destaque APP

PRF prende duas mulheres por tráfico de drogas em Carazinho

Publicado em

em

Na noite desta segunda-feira (4), a Polícia Rodoviária Federal prendeu duas mulheres e apreendeu 61 quilos de maconha que estavam no porta-malas de um veículo. A ação ocorreu na BR 386 em Carazinho.

Durante atividade de combate ao crime, os PRFs abordaram um Nissan Versa com placas de Chapecó. Ao vistoriarem o bagageiro localizaram duas malas, em cujo interior encontraram 61 quilos de maconha.

A condutora possui 36 anos e é natural de Francisco Beltrão/PR. A passageira possui 39 anos e é natural de Santa Izabel do Oeste/PR.

Ambas foram presas e encaminhadas, juntamente com o veículo e o entorpecente, para a Polícia Civil.

Fonte: Observador Regional

Continue lendo

Cultura

Aos 79 anos, idosa já conheceu todos os países do mundo

Publicado em

em

Aos 79 anos, essa idosa tem história para contar: ela já conheceu todos os 199 países do mundo! A primeira viagem foi um intercâmbio para os Estados Unidos aos 23 anos, depois disso, ela nunca mais parou!

O intercâmbio nos EUA se transformou em um tour por todo o país e o desejo de viajar só aumentava. Um país era pouco para a pequena filipina, Luisa Yu. A paixão pelas viagens era tanta que, depois de trabalhar na área de tecnologia médica, ela abraçou uma outra profissão.

Luisa se tornou agente de viagens e com o novo trabalho, acabou tendo mais flexibilidade para viajar. E, apesar da idade, ela não tem medo de nada! “Mesmo que [alguns lugares fossem considerados]perigosos, eu disse: ‘Acho que posso fazer isso. Quero ver esses lugares [com] meus próprios olhos porque muita história e cultura aconteceu lá”, disse a mulher.

Quando era pequena, Luisa assistiu um filme no cinema. Era o pontapé inicial que precisava para rodar o mundo.

“Quando fui ao cinema, vi esse lindo cenário sobre a paisagem, a natureza, os rios, as montanhas, e isso me fascinou”, explica.

E a partir daí, ela estava destinada, queria conhecer outros lugares para além daquele que ela nasceu.

“É por isso que sempre pensei que um dia irei a esses lugares e viajarei”, conta.

O intercâmbio nos EUA veio com 21 anos.

Lá, como seu visto não permitia ela sair do país, decidiu fazer um tour pela terra do Tio Sam.

“Então decide pegar um ônibus Greyhound [empresa rodoviária norte-americana] e fazer um tour pelos Estados Unidos”.

E em 50 décadas ela conseguiu visitar os 193 países.

Ela visitou países como Irã, Itália, Tailândia, Líbia e muito mais.

Para ela, o melhor das viagens foram as recordações.

“Vi muitas coisas de pessoas diferentes, de suas vidas e de suas culturas – aprendi muito”, explicou.

E ela incentiva todos a fazerem o mesmo! “Eu sempre digo: ‘Não tenham medo, saiam, viagem. Não espera por ninguém porque se a oportunidade surgir, isso pode nunca mais acontecer”.

Para o último país, uma festa foi marcada pelos seus amigos.

Luisa completou a meta em 9 de novembro de 2023.

O último país era a Sérvia e seus amigos a convenceram de esperar para todos visitarem juntos!

“Eles disseram: ‘Você terá que vir para a Sérvia porque estaremos voando. Também somos muito próximos e vamos celebrar o seu último país”, contou.

Quando ela chegou no destino, eles organizaram uma comemoração incrível. Com direito a decoração com objetos de vários países, visitas e até mesmo uma placa.

Fonte: Observador Regional

Por: Só Notícia Boa com informações de Good Morning America.

Fotos: Luisa Yu

Continue lendo