Conecte-se conosco

Destaque APP

Eduardo Leite e Gabriel Souza tomam posse em sessão solene na Assembleia Legislativa

Publicado em

em

Sessão solene na manhã deste domingo (1º) marcou a posse e compromisso constitucional do governador Eduardo Leite e do vice Gabriel Souza. A cerimônia, comandada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Valdeci Oliveira (PT), reuniu autoridades que lotaram o Plenário 20 de setembro e suas galerias. No Teatro Dante Barone, familiares, amigos e partidários acompanharam o ato por meio de um telão.

Cumprindo o protocolo oficial, imediatamente após a abertura da sessão, Valdeci Oliveira suspendeu os trabalhos para que líderes de bancada se deslocassem até a sala da Presidência, de onde retornaram com o futuro governador e seu vice. A posse do chefe do Executivo é uma atribuição exclusiva do Parlamento gaúcho, prevista na Constituição Estadual.

Em seu discurso, Valdeci falou sobre democracia, entendimento e diálogo e condenou a violência política. “Hoje, aqui no Farroupilha, estamos promovendo a celebração da liberdade, do reconhecimento mútuo, do entendimento de que o oponente não é um inimigo a ser debelado. Estamos de forma coletiva e pluripartidária afirmando, em alto e bom som, que o diálogo é ainda o melhor caminho a ser trilhado”, apontou.

O presidente do Parlamento disse que o ato de posse simboliza o entendimento de que o voto de “cada homem e de cada mulher precisa ser garantido e respeitado”, pois foi registrado por um  sistema “fiscalizável e acompanhado de perto por inúmeras entidades, incluindo partidos políticos”. Ele ressaltou também que  não há porto seguro para a vida em sociedade sem a prática da concertação e da convivência política, e sem a existência de mesas de negociação, nas quais os embates de ideias e projetos são positivos.

Valdeci defendeu ainda o imperativo de o Brasil afastar a violência e o ódio de seus espaços públicos. “As disputas políticas são bem-vindas, mas fora da esfera do ódio. Ódio e política não combinam, não funcionam e não produzem avanços”, alertou. 

Por fim, ele afirmou que o Parlamento, “como ente autônomo, fiscalizador e independente”, estará à disposição do governador para discutir, negociar e construir soluções”. Além disso, manifestou a crença de que o governador do Rio Grande do Sul e o presidente Lula manterão uma relação republicana, independentemente de questões partidárias. “A ponte Porto Alegre-Brasília e Brasília-Porto Alegre é fundamental para que muitas políticas públicas decisivas para a população saiam do papel”, salientou.

Cinco compromissos

Primeiro governador reeleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite assume o segundo governo empenhado em converter o capital político construído na primeira gestão e no processo eleitoral em ações efetivas para “conduzir o RS ao futuro”.  Em seu discurso na tribuna da Assembleia após tomar posse, ele repetiu os cinco compromissos que assumiu durante a campanha, enfatizando que não há tempo perder diante da urgência dos desafios que tem pela frente.

Melhorar a qualidade da educação, tornar o RS polo nacional de saúde, combater a pobreza, especialmente, a infantil, promover o desenvolvimento econômico e alinhar o estado ao que buscam os jovens, estimulando a criatividade e a inovação, foram os pontos elencados por Leite. Às diretrizes assumidas no pleito, acrescentou “compromissos civilizatórios”, que se expressam no respeito à diversidade em todos os seus aspectos.  Ele ressaltou que cumprir os cinco pontos só será possível mantendo o equilíbrio das contas públicas e sustentou que é falsa a contradição entre fiscal e social. “Não há vitória social, sem êxito fiscal”, sintetizou.

Leite criticou o negacionismo, o descaso com a ciência, a violência política e a polarização que, em sua visão, prejudica o país e distrai a cidadania de problemas reais. Sobre a relação com o governo Lula, disse que pretende estabelecer um processo de diálogo saudável e de respeito federativo. “Atendemos o mesmo povo no RS. Podemos divergir em vários aspectos, mas nossas ações precisam convergir. Não esperem de meu governo subserviência e nem sublevação”, anunciou.

Citando o clima acirrado que prevaleceu na campanha, Leite afirmou que a democracia no Brasil foi ameaçada, mas que no momento em que os eleitos assumem no país inteiro, “os não eleitos devem se organizar pela política e aguardar as próximas eleições”.

Logo após o encerramento da sessão solene, as autoridades dirigiram-se ao Palácio Piratini para a cerimônia de transmissão de cargo e posse do secretariado.

Comparação da operação do feriado de ano novo de 2022 (30/12/21 a 02/01/22) com o de 2023 (30/12/22 a 01/01/23):

  • Veículos fiscalizados: 4.656 – 4.581;
  • Testes de alcoolemia (bafômetro): 2.765 – 3.274;
  • Autuações: 2.222 – 2.334;
  • Autuações por ultrapassagens indevidas: 251 – 260;
  • Autuações envolvendo alcoolemia ao volante: 105 – 217;
  • Acidentes: 43 – 40;
  • Pessoas feridas: 68 – 23;
  • Pessoas mortas: 1 – 3;
  • Pessoas presas: 27 – 14.
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Polícia Civil prende cinco pessoas em Operação Unmask

Publicado em

em

Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia de Eldorado do Sul, em ação conjunta com a 1ª Delegacia de Polícia de Combate à Corrupção do DEIC, coordenadas pela Delegada Luciane Bertoletti e pelo Delegado Max Otto Ritter, deflagra a Operação Unmask na manhã desta quinta-feira (20/06).

Cinco indivíduos foram presos preventivamente em Viamão e Porto Alegre. Foram apreendidos celulares, computadores, grande quantidade de documentos, como escrituras públicas, procurações outorgando poderes, certidões de casamento, entre outros, supostamente falsos, além de dinheiro sem procedência. O material será enviado para perícia.

Foram cumpridas 25 medidas cautelares, entre mandados de prisão, busca e apreensão, sequestro de bens e bloqueio de contas bancárias, com objetivo de combate aos crimes de falsificação de documento público, estelionato e associação criminosa praticados pelos investigados contra vítimas residentes em diversos estados do país.

Conforme a investigação, os suspeitos integram um grupo criminoso que utiliza documentação falsa (carteiras de identidade, procurações e contratos de compra e venda de imóveis) para oferecer imóveis de alto valor, a maioria deles localizados na cidade de Itapema/SC. Fingindo ser corretores imobiliários, advogados e até mesmo os próprios proprietários dos terrenos enganam as vítimas, atraídas pela aparência de um negócio vantajoso, já que os terrenos são sempre oferecidos por um preço abaixo do valor de mercado imobiliário. Após transferirem o valor inicial da venda para garantir o negócio, as vítimas percebem que foram enganadas, pois os criminosos não são os verdadeiros proprietários nem possuem os terrenos, e as identidades, procurações e contratos são falsos.

A Delegacia de Polícia de Eldorado do Sul apurou que as procurações para a venda dos imóveis eram efetuadas pelos criminosos no tabelionato daquele município. A DP de Eldorado identificou a participação de dois dos investigados no crime, em conexão com fatos criminosos investigados pela 1ª Delegacia de Polícia de Combate à Corrupção.

Em razão disso, em esforço conjunto das duas Delegacias, será desencadeada, simultaneamente, a segunda fase da operação policial que apurou que os criminosos utilizaram dados dos sistemas do IPÊ-Prev, através da violação de sigilo funcional, para praticar várias formas de crimes contra a fé pública, incluindo falsificação de Carteiras Nacionais de Habilitação, boletos bancários, procurações e escrituras públicas de imóveis de alto valor. 

As provas reunidas a partir das ações policiais demonstraram a continuidade dos atos criminosos pelos indivíduos que tiveram suas prisões preventivas decretadas pelo Poder Judiciário, em relação aos golpes praticados em tabelionatos e cartórios.

Na manhã de quinta-feira, mais de 60 policiais cumpriram as medidas cautelares com apoio da CORE/PCRS, CORE/PCRJ e COPE/PCPR.

Fonte e foto: Polícia civil

Continue lendo

Destaque APP

Autoescolas são pegas usando silicone com digitais dos alunos para burlar sistema do Detran

Publicado em

em

Com o golpe, o candidato não precisava frequentar as aulas, mas tinha garantido o registro no banco de dados

A polícia descobriu um esquema de fraudes no processo de formação de motoristas em São Paulo. Impressões de silicone com as digitais dos alunos eram utilizadas por autoescolas para burlar o sistema do Detran. As fraudes aconteciam no espaço destinado às aulas práticas na zona leste. Dentro das cabines de apoio das autoescolas, 116 moldes de silicone foram apreendidos pela polícia. Seis suspeitos de participação no esquema foram encaminhados à delegacia. Segundo as investigações, os instrutores coletam as impressões digitais dos alunos para fraudar o sistema de biometria que confirma a presença junto ao Detran. Assim, o candidato não precisava frequentar as aulas, mas tinha garantido o registro no banco de dados.

Fonte: R7.com

Foto: Inovasocial

Continue lendo

Destaque APP

Publicado em

em

A Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de Polícia de Viamão, na tarde desta quinta-feira (20/06), prendeu duas pessoas em flagrante pela prática de crimes contra as relações de consumo. A ação ocorreu no bairro Fiúza, em Viamão.

De acordo com a Delegada Jeiselaure de Souza, após receberem uma denúncia anônima, os policiais efetuaram a prisão dos indivíduos que adquiriram produtos contaminados pelas enchentes, destinados para descarte, e que já estavam sendo oferecidos para venda a diversos consumidores do município. A equipe encontrou todos os produtos ainda cobertos por lama, os quais estavam sendo lavados de forma bastante precária no pátio da residência, sendo posteriormente oferecidos para venda ao público.

Os produtos eram todos oriundos de grande rede de farmácias e foram encaminhados para descarte, em face do alto risco de contaminação por terem contato com as águas das enchentes, sendo todos considerados impróprios para consumo.

As câmeras de monitoramento das adjacências mostram o momento que o caminhão descarrega as mercadorias contaminadas. No local também funcionava uma lanchonete, que foi interditada pela Vigilância Sanitária, em face de precariedade e péssimas condições do estabelecimento.

A ação foi desencadeada com o apoio da Prefeitura de Viamão, através da Secretaria de Saúde/Divisão de Vigilância Sanitária e também da Secretaria do Meio Ambiente, e integra uma série de ações para combater os crimes contra as relações de consumo no município. Após a elaboração dos pareceres técnicos, os produtos foram imediatamente encaminhados para descarte.

Fonte e foto: Polícia Civil

Continue lendo