Conecte-se conosco

Destaque APP

Gaúcho de 21 anos morre em acidente de trânsito na Flórida, nos Estados Unidos

Publicado em

em

Leonardo Adams, 21 anos, natural de Igrejinha, mas morador de Taquara, foi vítima de um acidente de trânsito em Sarasota, cidade da Flórida, nos Estados Unidos. O jovem, que estava pilotando a moto de um amigo, foi atingido por uma SUV que, de acordo com a Patrulha Rodoviária local, teria cruzado o sinal vermelho na noite de terça-feira (4).

Adams chegou a ser socorrido, mas, devido a gravidade dos ferimentos, acabou morrendo no hospital. O carro, da marca Audi, foi encontrado mais tarde, abandonado em uma rodovia. O condutor ainda não foi localizado pela polícia da Flórida.

Leonardo estava nos Estados Unidos desde outubro do ano passado acompanhado de sua mãe, Rosângela Soares. Segundo ela, o jovem, piloto formado pelo aeroclube de Eldorado do Sul, tinha o sonho de servir na força aérea norte-americana, mas com a impossibilidade de tal ocupação para estrangeiros, definiu outras metas.— Ele veio aperfeiçoar o inglês para, no futuro, voltarmos ao Brasil e ele enviar currículo para tentar trabalhar em alguma empresa aérea dos Estados Unidos. E eu deixei tudo para trás para estar aqui ao lado dele, dando apoio — conta Rosângela.

A mãe de Leonardo explica que pouco se sabe sobre o acidente, que ainda está em investigação. De acordo com ela, porém, algumas reportagens locais destacam que os ocupantes do carro estariam cometendo furtos em uma loja e, depois, teriam fugido na SUV roubada.

Em alta velocidade, o automóvel passou o sinal vermelho e atingiu o jovem em um cruzamento.— Estamos aqui em uma luta diária, porque o acidente não foi só por acaso, foi um crime — explica a mãe de Leonardo.

Agora, o objetivo dela é arrecadar fundos para fazer o traslado do corpo do jovem para o Rio Grande do Sul. Rosângela explica que foram criados dois financiamentos coletivos, um em inglês, feito pela namorada de Leonardo, e outro em português.— O que mais importa neste momento é conseguirmos arrecadar fundos para o traslado do corpo e todos os outros custos extras que eu ainda não faço ideia quais sejam. Como o corpo ainda se encontra em fase de liberação, não me passaram nada — detalha Rosângela.

De acordo com a mãe do jovem, os valores para o traslado e funeral já estão quase alcançados, mas ela não sabe quanto será necessário para os outros gastos. Ainda não há data para a chegada do corpo no Brasil.

“Além de seu tempo”, diz o pai de Leonardo, Sérgio Adams, empresário do ramo do mel em Taquara, disse que não apenas a família, mas toda a cidade está transtornada com o falecimento do jovem, que era querido por todos. Segundo ele, parentes estão reunidos em sua casa, em vigília, desde quarta-feira (5).

Ele conta que os órgãos do jovem foram todos doados, para dar continuidade à história do filho, que sempre serviu para as demais pessoas, deixando conhecimento e afeto para todos ao seu redor.

Nos Estados Unidos, diz Sérgio, Leonardo conheceu a namorada, Rayssa, filha de brasileiros, e ambos se apaixonaram e começaram a construir uma história.

— Um cara além do tempo dele, um homem com quem todos aprendiam, ensinava todo mundo. Ele estudava, aprendia rápido as coisas. Uma pessoa assim que eu vi que, desde pequeno, era diferente. E eu sempre apoiei os sonhos dele, porque ele era uma pessoa iluminada — relata Sérgio.

De acordo com o empresário, o outro filho dele com Rosângela, Vitor Adams, 17 anos, foi para os Estados Unidos dar apoio para a mãe.— Um rapaz que foi atrás de um sonho, longe da cidade onde ele se se criou. Estava lá batalhando, ele tinha potencial para muita coisa na vida. Então, a gente via isso, investia nele, porque era um cara que ia dar muito orgulho para Taquara. Ia levar o nome da cidade muito longe. Ele estava em busca desse sonho — finaliza Sérgio.

Fonte: GZH

Foto: reprodução- MB Notícias

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Governador Eduardo Leite alerta para risco de inundações e deslizamentos no Rio Grande do Sul

Publicado em

em

• O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, alertou na segunda-feira (17) para o risco de inundações e deslizamentos no estado devido às fortes chuvas previstas até quarta-feira (19).

• Ele anunciou o reforço do efetivo das forças de segurança no Vale do Taquari, Vale do Caí, Serra Gaúcha e Litoral Norte para combater possíveis estragos causados pelas tempestades.

Quatro aeronaves, embarcações e agentes militares estão sendo mobilizados para atuar em operações de resgate, incluindo veículos do Rio Grande do Sul e de São Paulo.

• O governo gaúcho também buscará o apoio das Forças Armadas para colocar mais veículos à disposição.

• Tropas especializadas em áreas deslizadas e cães de busca também estão sendo destacados para auxiliar nos esforços de resposta.

• A Defesa Civil estadual emitiu boletins com alertas sobre a elevação dos rios Taquari, Caí, Paranhana, Cadeia e rio dos Sinos, recomendando que a população em áreas de risco procure abrigo seguro.

Foto: Jurgen Mayrhofer

Fonte: O Sul

https://www.osul.com.br/governador-eduardo-leite-alerta…
Continue lendo

Destaque APP

Instabilidade persiste no RS e alerta é para temporais nesta quarta

Publicado em

em

Nesta quarta-feira (19), o Rio Grande do Sul poderá enfrentar instabilidade meteorológica significativa. Nuvens carregadas estão avançando de Oeste para Leste e ao Sul do Estado, trazendo consigo o risco de chuva localmente forte.

As precipitações poderão ser torrenciais e acompanhadas de raios e trovoadas. Além disso, há possibilidade de temporais isolados, incluindo granizo e rajadas de vento forte. É importante salientar que, embora exista risco de chuvas intensas, estas não afetarão todas as cidades gaúchas. A maioria dos municípios não enfrentará temporais.

Em Porto Alegre, o tempo será marcado por sol entre muitas nuvens durante o dia. A temperatura máxima será de 24°C e a mínima de 17°C. Já na Serra Gaúcha, podem ocorrer períodos de chuva, com temperaturas variando entre 17°C e 23°C.

Fonte: Leouve

Continue lendo

Destaque APP

Piloto de 9 anos morre após acidente de moto em competição em Interlagos, em São Paulo

Publicado em

em

Um piloto argentino de apenas 9 anos morreu após sofrer um acidente durante uma competição de motovelocidade no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Lorenzo Somaschini foi hospitalizado na sexta-feira (14) e faleceu na noite de segunda-feira (17).

Ele era um dos participantes do SuperBike Brasil, que é um dos principais campeonatos de motovelocidade do mundo. O piloto disputava uma categoria voltada para crianças e adolescentes de 8 a 18 anos, com motocicletas de 160 cilindradas.

Segundo a organização do evento, Lorenzo sofreu o acidente durante o primeiro treino livre no autódromo, na sexta-feira. O jornal argentino El Clarín afirmou que a criança bateu a cabeça após a queda. Lorenzo foi socorrido e levado por uma UTI móvel até o Hospital Geral da Pedreira, na capital paulista. No sábado (15), ele foi transferido para o Hospital Albert Einstein em estado grave.

A imprensa argentina definiu Lorenzo como um prodígio do motociclismo argentino. Além disso, o piloto sonhava em chegar ao MotoGP e se tornar campeão mundial. Por meio de nota, o SuperBike Brasil disse que está prestando assistência à família do piloto desde o dia do acidente.

“O SuperBike Brasil comunica, com muita tristeza e pesar, o falecimento do piloto Lorenzo Somaschini nesta segunda-feira (17/6), às 19h43. O argentino, natural de Rosário, estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP), sob cuidados médicos intensivos e, infelizmente, não resistiu. A organização do SuperBike Brasil está prestando total assistência à família do piloto desde sexta-feira (14/6), quando o argentino teve uma queda durante o primeiro treino livre da Jr Cup, válido pela 4ª etapa do SuperBike Brasil, no Autódromo de Interlagos. Logo que caiu na saída do Pinheirinho, o piloto foi prontamente atendido no local pela equipe médica em ambulância UTI. Na sequência, foi encaminhado para a sala de emergência do autódromo, onde houve a estabilização do seu quadro clínico. Após esse procedimento, foi realizada a remoção médica, em unidade de suporte avançada (UTI móvel) para o Hospital Geral da Pedreira, onde permaneceu até a madrugada de sábado (15/6), seguindo todos os protocolos médicos até ser feita a transferência para o Hospital Albert Einstein.

Todos da equipe do SuperBike Brasil estão consternados com o acontecimento e manifestam sinceros sentimentos a todos familiares e amigos de Lorenzo”, diz a nota.

Fonte: O Sul

Continue lendo