Conecte-se conosco

Destaque APP

Libertadores: “Mais vivo do que nunca” diz técnico do Internacional

Publicado em

em

Treinador valorizou a atuação da equipe no Maracanã, mas lamentou o gol de bola parada sofrido na reta final da partida, com um homem a mais em campo.

Eduardo Coudet deixa o Maracanã com um sentimento dúbio. Feliz pelo desempenho da equipe, mas incomodado com o gol sofrido em jogada de bola parada, com um homem a mais, no fim da partida. O argentino vê o Inter “mais vivo do que nunca” com o empate por 2 a 2 diante do Fluminense, na noite desta quarta-feira.

O jogo de ida das semifinais da Conmebol Libertadores atendeu às expectativas. Gols, brilho dos goleiros, polêmica de arbitragem e finalista indefinido. O Flu saiu na frente com Cano, mas a expulsão de Samuel Xavier, aos 44 do primeiro tempo, mudou o panorama da partida.

Mallo empatou ainda na etapa inicial ao aproveitar o cruzamento de Renê e desviar de cabeça. Logo após o gol anulado de Mercado, Alan Patrick virou o jogo no início da etapa final. Mesmo em vantagem numérica, o time voltou a falhar pelo alto. Nino subiu livre e ajeitou para Cano deixar tudo igual.

– Saímos com o 1 a 1 no primeiro tempo e acho que poderíamos ter saído em vantagem. Eles ficaram com 10. A ideia era buscar o resultado com um homem a mais. Criamos o gol do Mercado (anulado) e depois do Alan (Patrick). Obviamente tomar um gol de bola parada no final não me agrada. Termina o jogo com uma sensação feia. Estou saindo daqui sabendo que estamos a uma vitória na nossa casa. É uma realidade boa, positiva. Fico com essa sensação positiva. Teremos um jogo no Beira-Rio com nosso torcedores e vamos nos preparar para fazer um grande jogo como fizemos hoje – disse Coudet.

– Cometemos erros, mas também fizemos muita coisa boa. Poderíamos ter marcado mais gols, mas sinto que o time foi a campo com uma boa estratégia e incomodamos o rival. Vamos a nossa casa e se ganharmos, passamos. Libertadores é assim, jogos de detalhes, não pode errar. Assim que vamos tentar fazer um grande jogo em casa, contra um grande rival e treinador. Estamos mais vivos que nunca – acrescentou.

Coudet indicou que utilizará reservas contra o Atlético-MG, no sábado, pelo Brasileirão, e admitiu ser difícil não pensar no jogo da próxima quarta-feira. A boa apresentação fora de casa faz o Inter acreditar na classificação no Beira-Rio. O time está a uma vitória da grande final.

– Preparar uma grande semana de trabalho para dar alegria ao torcedor e chegar a final deste torneio. Fazer novamente um bom jogo. A sensação de sair com o 2 a 2 não mostra tudo de bom que fizemos. Destacar também o goleiros deles. Esteve em uma grande noite e ajudou muito o time. Quando o goleiro rival trabalha é porque estamos no caminho certo – finalizou.

O Inter retorna para Porto Alegre na manhã desta quinta-feira e na chegada vai direto ao CT Parque Gigante para treinar. O duelo com o Galo, pelo Campeonato Brasileiro, ocorre às 21h de sábado, no Beira-Rio.

Fonte: G1

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Publicado em

em

Desde o início do ano, o Brasil registrou 1.017.278 casos prováveis de dengue e 214 mortes confirmadas pela doença. Outros 687 óbitos estão em investigação. 

O coeficiente de incidência da dengue no país, neste momento, é de 501 casos para cada grupo de 100 mil habitantes. Os dados são do Painel de Monitoramento das Arboviroses, divulgados nesta quinta-feira (29), em Brasília, pelo do Ministério da Saúde.

Entre os casos prováveis, 55,4% são de mulheres e 44,6% de homens. A faixa etária dos 30 aos 39 anos segue respondendo pelo maior número de ocorrências de dengue no país, seguida pelo grupo de 40 a 49 anos e de 50 a 59 anos.

Minas Gerais lidera em número absoluto de casos prováveis (352.036) entre os estados. Quando se considera o coeficiente de incidência, o Distrito Federal aparece em primeiro lugar: 3.612,7 casos por 100 mil habitantes.

O DF é uma das unidades federativas que decretaram situação de emergência em saúde pública por causa da explosão de casos de dengue. Segundo o governador Ibaneis Rocha, as redes de saúde da capital, tanto a pública quanto a privada, entraram em colapso no atendimento.

Um dos pacientes que tiveram dificuldade ao buscar assistência médica é Januário da Cruz Silva, de 61 anos. Ele trabalha com um caminhão de mudanças, mas há quase uma semana teve de parar com os serviços por conta da dengue. Silva recorreu à Unidade Básica de Saúde (UBS) 1, do Paranoá, região administrativa no DF, depois de procurar, sem sucesso, atendimento médico em um hospital.

“Fui sábado ao posto de saúde, fiz hemograma e constatei estar com dengue. Fui, então, encaminhado para o Hospital do Paranoá. Fiquei quase cinco horas lá, mas acabei não sendo atendido porque, como praticamente não havia médicos, eles só atendiam quem tinha pulseira vermelha de emergência”, disse à Agência Brasil.

A servidora Glaucilene Cardoso, de 44 anos, também levou a filha, Isabella Cardoso, de 9 anos, para ser atendida em uma UBS. A menina foi diagnosticada com dengue e com covid-19. “Por sorte, o caso da minha filha não foi grave, nem para a dengue nem para a covid. Mas, claro, a gente fica sempre preocupada.”

Isabella foi levada à tenda de atendimento montada na Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal, e, na sequência, foi diagnosticada e encaminhada para a UBS 7.

“Foram seis dias de tosse, febre e dores nos olhos e no corpo”, descreveu Glaucilene ao citar a mistura de sintomas das duas doenças observada na filha. A servidora elogiou a dedicação das equipes de saúde. “Sempre prestam bom serviço por aqui”, afirmou.

Dia D será sábado

Segundo a ministra da Saúde, Nísia Trindade, o Brasil poderá ter neste ano o dobro de casos de dengue registrados em 2023, que chegou a 1.658.816 casos.

No próximo sábado (2), o Ministério da Saúde – em parceria com estados e municípios – vai realizar o Dia D de combate à doença. Com o tema Brasil Unido Contra a Dengue, serão promovidas ações de orientação para a população sobre os cuidados para evitar a disseminação da doença.

Os principais sintomas relacionados à dengue são febre alta de início repentino, dor atrás dos olhos, mal estar, prostração e dores no corpo. O vírus da dengue pode ser transmitido ao homem principalmente pela picada de fêmeas de Aedes aegypti infectadas.

Seis estados – Acre, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina e Rio de Janeiro – e o Distrito Federal), além de 154 municípios, já decretaram situação de emergência por causa da doença.

Fonte: Agência Brasil – Colaborou Pedro Peduzzi

Continue lendo

Destaque APP

Brigada Militar prende homem por porte irregular de arma de fogo e apreende máquinas caça níquel/jogos de azar em Tenente Portela.

Publicado em

em

Na noite de quinta-feira (29/02), policiais militares do 7° Batalhão de Polícia Militar (7°BPM), prenderam um homem por porte irregular de arma de fogo, e apreende máquinas caça níquel/ jogos de azar em Tenente Portela.

A ação ocorreu durante abordagem em um bar, e durante a revista foi localizado e apreendido uma arma de fogo, 6 munições intactas calibre 22, 8 máquinas caça níquel, 8 canivetes e 10 facas.

Diante dos fatos, os materiais foram apreendidos, e o preso conduzido até a Delegacia de Polícia.

Edição: Comunicação Social 7° BPM

Foto: Efetivo 7°BPM

Continue lendo

Destaque APP

Quadro clínico de criança atropelada em Coronel Bicaco é estável

Publicado em

em

Conforme atualização de familiares da vítima, a criança que foi atropelada por um veículo nesta quinta-feira em Coronel Bicaco apresenta quadro clínico estável.

A menina sente dores e está internada no Hospital Santo Antônio em Tenente Portela.

O acidente ocorreu no final da tarde desta quinta-feira. Um carro desgovernado atingiu a menina enquanto a mesma andava de bicicleta.

Fonte: Portal Bicaquense

Continue lendo