Conecte-se conosco

Destaque APP

MP propõe pena de prestação de serviços comunitários a diretora suspeita de morder aluno no RS

Publicado em

em

O Ministério Público (MP) propôs pena de prestação de serviços comunitários à diretora de uma escola de Tenente Portela, no Norte do estado, suspeita de morder um aluno de 4 anos. O caso aconteceu em 21 de junho deste ano na Escola Municipal de Ensino Fundamental Sadi Fortes. Além disso, ela deve fazer uma doação ao Fundo de Penas Alternativas da Comarca de Tenente Portela

O advogado que defende a diretora, Ricardo Granih, disse que só deve se manifestar após ser notificado pelo MP.

De acordo com o MP, como a professora foi indiciada por lesão corporal e não tem antecedentes policiais ou criminais, a legislação permite o benefício de transação penal. Assim, em vez de haver oferta de denúncia à Justiça e ser instaurado um processo, a pessoa acusada aceita cumprir uma pena de restrição de direitos ou multa de forma antecipada. Com isso, o processo é arquivado.

A audiência onde a diretora vai poder dizer se aceita ou não a proposta ainda não aconteceu e não teve data marcada, segundo o MP.

Indiciamento e processo administrativo

A Prefeitura de Tenente Portela concluiu em um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) que a diretora não agrediu o aluno.

Apesar de entender que não houve agressão, a comissão da prefeitura responsável pelo PAD solicitou, em seu parecer, de forma cautelar e provisória, o afastamento da servidora das atividades em sala de aula. A diretora não está trabalhando na escola atualmente em razão de um atestado de saúde.

A Polícia Civil teve um entendimento diferente do da prefeitura. Para o delegado Roberto Audino, houve agressão, razão pela qual a diretora foi indiciada.

Mordida que a diretora da escola teria dado na mão de aluno em Tenente Portela — Foto: Arquivo pessoal

”A diretora foi indiciada pelo delito de lesão corporal com aumento de pena por tratar-se de vítima menor de 14 anos” explica Audino

Ela teria mordido a criança em uma das mãos (foto) e admitido isso em gravações de áudio encaminhadas à família (veja o vídeo acima).

O caso aconteceu dentro da Escola Municipal de Ensino Fundamental Sadi Fortes, que fica no bairro Rubino Marroni, em 21 de junho. Segundo a mãe do menino, a diretora da instituição encaminhou gravações em áudio para o celular do pai da criança, ao final do dia de aula, por volta das 17h, informando ter dado uma mordida no aluno e justificando a razão de ter feito isso.

Como o menino fica na casa da avó até a noite devido aos horários de trabalho dos pais, só mais tarde que a mãe viu o menino e começou a pedir esclarecimentos da diretora. Em uma das gravações, a diretora disse o seguinte:

“Com certeza, mãe. Eu, como diretora, não deveria ter feito o que fiz. Não mordi forte, só apertei, como quando a gente brincava, quando criança, de fazer reloginho no amiguinho que estava brincando. Só isso que eu fiz”, dizia na gravação.

”Mas, infelizmente, eu tinha vontade de morder de verdade. Por que seu filho muito mal criado com os coleguinhas hoje.”

“E eu gostaria de fazer mais um registro com a senhora lá na escola. Tá? Me procure em horário de expediente que a gente conversa. Porque uma criança assim é complicado trabalhar, tá? Vou te dizer, bem sinceramente”, termina a gravação.

Menino foi transferido de escola

Os pais da criança decidiram transferi-la da escola depois da agressão. Inicialmente, segundo a mãe do menino, a Secretaria Municipal de Educação teria recusado fazer a mudança porque não haveria vaga. No entanto, a situação mudou quando ela reproduziu o áudio para servidores da pasta.

“Ele já está em outra escola. Não havia condições de permanecer lá“, afirmou a mãe.

O que diz o PAD

“A Comissão do Processo Administrativo Disciplinar concluiu o trabalho e, pelas provas levadas aos autos, inclusive testemunhal, entendeu que não houve agressão por parte da servidora, mas sim uma conduta equivocada de demonstrar ao menor que ‘não é certo morder os colegas’. A servidora integra o quadro do magistério municipal há cerca de 15 anos, e em sua ficha funcional não há qualquer fato que desabone a sua conduta, seja como diretora ou professora. Por isso, dentro desta ordem de ponderações, decidiu estabelecer como pena a “advertência”, que está prevista no artigo 144 da Lei Municipal 2.546/2018, que instituiu o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Municipais de Tenente Portela. Cautelarmente, de maneira provisória, no parecer da Comissão foi proposto o afastamento da servidora das atividades em sala de aula. Reiteramos que a apuração do caso corre em sigilo”.

Fonte: G1rs

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Aos 79 anos, idosa já conheceu todos os países do mundo

Publicado em

em

Aos 79 anos, essa idosa tem história para contar: ela já conheceu todos os 199 países do mundo! A primeira viagem foi um intercâmbio para os Estados Unidos aos 23 anos, depois disso, ela nunca mais parou!

O intercâmbio nos EUA se transformou em um tour por todo o país e o desejo de viajar só aumentava. Um país era pouco para a pequena filipina, Luisa Yu. A paixão pelas viagens era tanta que, depois de trabalhar na área de tecnologia médica, ela abraçou uma outra profissão.

Luisa se tornou agente de viagens e com o novo trabalho, acabou tendo mais flexibilidade para viajar. E, apesar da idade, ela não tem medo de nada! “Mesmo que [alguns lugares fossem considerados]perigosos, eu disse: ‘Acho que posso fazer isso. Quero ver esses lugares [com] meus próprios olhos porque muita história e cultura aconteceu lá”, disse a mulher.

Quando era pequena, Luisa assistiu um filme no cinema. Era o pontapé inicial que precisava para rodar o mundo.

“Quando fui ao cinema, vi esse lindo cenário sobre a paisagem, a natureza, os rios, as montanhas, e isso me fascinou”, explica.

E a partir daí, ela estava destinada, queria conhecer outros lugares para além daquele que ela nasceu.

“É por isso que sempre pensei que um dia irei a esses lugares e viajarei”, conta.

O intercâmbio nos EUA veio com 21 anos.

Lá, como seu visto não permitia ela sair do país, decidiu fazer um tour pela terra do Tio Sam.

“Então decide pegar um ônibus Greyhound [empresa rodoviária norte-americana] e fazer um tour pelos Estados Unidos”.

E em 50 décadas ela conseguiu visitar os 193 países.

Ela visitou países como Irã, Itália, Tailândia, Líbia e muito mais.

Para ela, o melhor das viagens foram as recordações.

“Vi muitas coisas de pessoas diferentes, de suas vidas e de suas culturas – aprendi muito”, explicou.

E ela incentiva todos a fazerem o mesmo! “Eu sempre digo: ‘Não tenham medo, saiam, viagem. Não espera por ninguém porque se a oportunidade surgir, isso pode nunca mais acontecer”.

Para o último país, uma festa foi marcada pelos seus amigos.

Luisa completou a meta em 9 de novembro de 2023.

O último país era a Sérvia e seus amigos a convenceram de esperar para todos visitarem juntos!

“Eles disseram: ‘Você terá que vir para a Sérvia porque estaremos voando. Também somos muito próximos e vamos celebrar o seu último país”, contou.

Quando ela chegou no destino, eles organizaram uma comemoração incrível. Com direito a decoração com objetos de vários países, visitas e até mesmo uma placa.

Fonte: Observador Regional

Por: Só Notícia Boa com informações de Good Morning America.

Fotos: Luisa Yu

Continue lendo

Cultura

Secretaria da Educação disponibiliza capacitação e acesso à plataforma Canva para professores da Rede Estadual

Publicado em

em

Para contribuir com a inovação em sala de aula e propor práticas pedagógicas diferenciadas a partir de ilustrações e artes gráficas para os estudantes da Rede Estadual, a Secretaria da Educação (Seduc) disponibilizou para os professores, por meio do domínio @educar (diretamente no Site do Portal Educação), um curso de capacitação com quatro aulas e acesso à versão educacional do Canva.

Link para acessar o Portal Educação

As aulas tem duração entre 30 e 40 minutos e possui tópicos como: Conhecendo o Canva for Education; Criação de Design; Explorando os templates; e Formas de Utilizar o Canva for Education. Cada aula possui uma apresentação de slides e um vídeo explicativo com professores.

A iniciativa visa incrementar o uso pedagógico de novas ferramentas tecnológicas e, ao mesmo tempo, qualificar os docentes que já pertencem à rede e os novos, com a utilização de métodos inovadores, criativos e que chamem a atenção do aluno para as atividades em sala de aula.

Canva

O Canva é uma plataforma de design gráfico que permite aos usuários criar gráficos de mídia social, apresentações, infográficos, pôsteres e outros conteúdos visuais. Está disponível online e em dispositivos móveis e integra milhões de imagens, fontes, modelos e ilustrações. Os usuários podem escolher entre muitos modelos projetados por profissionais, editar os designs e fazer upload de suas próprias fotos através de uma interface inovadora.

Continue lendo

Destaque APP

Mãe e filha venezuelanas são encontradas mortas debaixo da cama

Publicado em

em

Duas mulheres, mãe e filha, foram encontradas mortas debaixo da cama, em casa, no bairro Petrópolis, em Joinville, na noite desta segunda-feira (4). As vítimas, ambas venezuelanas, tinham 43 e 59 anos e foram localizadas enroladas em um cobertor. O caso está sendo investigado como feminicídio.

De acordo com informações da Polícia Militar, a ocorrência foi registrada por volta das 19h45 na rua Salvador Gomes de Oliveira. O principal suspeito do crime é um homem de 46 anos, também venezuelano e companheiro de uma das vítimas. 

Ele foi visto saindo do local pouco tempo antes das vítimas serem encontradas e ainda não foi localizado pela polícia.A motivação do crime ainda é desconhecida, e as identidades das vítimas não foram divulgadas pelas autoridades. A polícia continua as investigações para esclarecer as circunstâncias do ocorrido e capturar o suspeito.

Fonte: Jornal Razão

Continue lendo