Conecte-se conosco

Destaque APP

Presos por vandalismo na Esplanada passam por audiência de custódia nesta segunda (9)

Publicado em

em

identificados em atos de vandalismo podem responder por crimes de golpe de Estado, com pena de 4 a 12 anos de prisão.

As pessoas presas por participarem da depredação na Praça dos Três Poderes devem passar por audiência de custódia nesta segunda-feira (9). Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), até as 23h de domingo (8), 300 manifestantes haviam sido detidos.

Todos foram enquadrados no artigo 359-M do Código Penal, que consiste em “tentar depor, por meio de violência ou grave ameaça, o governo legitimamente constituído”. A pena prevista é de 4 a 12 anos de prisão.

Durante toda a noite, ônibus com manifestantes chegaram ao Departamento de Polícia Especializada (DPE) com vândalos que participaram dos atos. “As investigações seguem até que o último integrante seja identificado”, informou a Polícia Civil.

Segundo o diretor-geral da Polícia Civil do Distrito Federal, delegado Robson Cândido, entre os identificados pela corporação, estão pessoas com mandado de prisão em aberto por homicídio. O delegado também destacou que a corporação havia alertado a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) sobre os riscos das manifestações.

Caos na Praça dos Três Poderes

Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos por vândalos que não aceitam a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Após a situação sair do controle em Brasília, o governador Ibaneis Rocha (MDB) exonerou o secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, e Lula editou um decreto para a intervenção federal no Governo do DF até o dia 31 de janeiro.

Vídeos publicados nas redes sociais mostram o momento em que os manifestantes subiram a rampa do Congresso Nacional e invadiram a parte superior, onde ficam as cúpulas do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, além do Salão Verde, localizado dentro do edifício.

No Palácio do Planalto, os vândalos destruíram salas, quebraram móveis e vidraças, danificaram obras de arte e chegaram a roubar armas, documentos e munições do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). 

No ataque ao prédio do STF, os vândalos arrancaram a porta do armário no qual fica a toga do ministro Alexandre de Moraes. Em um vídeo que circula nas redes sociais, um homem segura a porta e desafia: “Vem buscar sua porta, Alexandre”.

Autoridades prometem punição

Escolhido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para ser o interventor na segurança no Governo do Distrito Federal, Ricardo Cappelli afirmou que “ninguém ficará impune” após as invasões nas sedes dos Três Poderes.

“Estou em campo, andando no asfalto, comandando pessoalmente as forças de segurança, cumprindo a missão que recebi do presidente da República. Ninguém ficará impune. O Estado Democrático de Direito não será emparedado por criminosos”, escreveu Cappelli nas redes sociais.

Segundo o ministro, Flávio Dino, o interventor federal pedirá nesta segunda-feira (8) ao Ministério da Defesa a cessão de militares para que também deem suporte a medida de reestabelecimento da ordem pública. 

“Lamentavelmente ainda há pessoas, nesse instante, falando em continuidade dos atos terroristas, e não conseguirão. Não conseguirão destruir a democracia brasileira e é preciso dizer isso cabalmente, com toda firmeza e convicção”, destacou Dino.

Fonte: R7

Fotos: UESLEI MARCELINO/REUTERS – 08.01.2023

Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque APP

Corpo é localizado na BR-101 com celular e documento de identidade de mulher desaparecida em Torres

Publicado em

em

A carteira de identidade de Tayna da Silva Rosa, 27 anos, e um celular foram encontrados no bolso da calça de um corpo encontrado nas proximidades da BR-101 na manhã desta quinta-feira (22), em Torres, no Litoral Norte. A Polícia Civil afirma que a vestimenta também é parecida com a que Tayna usava quando foi vista pela última vez, em 2 de fevereiro, mas que é necessário exame de DNA para confirmar a sua identidade.

“Embora todos os indícios nos levam a crer ser o corpo e da Tayna, será realizado o DNA do corpo para confirmação” cita trecho de nota divulgada pela Polícia Civil.

Tayná foi vista pela última vez por volta de 8h30min da manhã do dia 2, quando passava em frente a um posto de combustíveis localizado na Vila São João, em Torres. O local fica a cerca de dois quilômetros da casa onde ela vivia com o marido e os filhos há três meses.

A principal hipótese da Polícia Civil para o caso é de suicídio.

Procure ajuda

Caso você esteja enfrentando alguma situação de sofrimento intenso ou pensando em cometer suicídio, pode buscar ajuda para superar este momento de dor. Lembre-se de que o desamparo e a desesperança são condições que podem ser modificadas e que outras pessoas já enfrentaram circunstâncias semelhantes.

Se não estiver confortável em falar sobre o que sente com alguém de seu círculo próximo, o Centro de Valorização da Vida (CVV) presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato. O CVV (cvv.org.br) conta com mais de 4 mil voluntários e atende mais de 3 milhões de pessoas anualmente. O serviço funciona 24 horas por dia (inclusive aos feriados), pelo telefone 188, e também atende por e-mail, chat e pessoalmente. São mais de 120 postos de atendimento em todo o Brasil (confira os endereços neste link).

Você também pode buscar atendimento na Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua casa, pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), no telefone 192, ou em um dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) do Estado. A lista com os endereços dos CAPS do Rio Grande do Sul está neste link.

Fonte: Gaúcha ZH

Continue lendo

Destaque APP

Manhã de sexta começa com acidente entre três caminhões

Publicado em

em

No início da manhã desta sexta-feira (23), três caminhões se envolveram em um acidente do tipo frontal na ERS-324, entre Casca e Paraí. O sinistro deixou cinco feridos e nenhum óbito, mas um envolvido ficou preso entre as ferragens.

Um dos caminhões transportava rações.

Os Bombeiros atenderam a ocorrência enquanto o Comando Rodoviário de Casca segue no local orientando o trânsito, que se encontra em meia pista.

Planalto News

Continue lendo

Destaque APP

SANTA MARIA | HOMEM É EXECUTADO A TIROS NA REGIÃO OESTE

Publicado em

em

A Brigada Militar (BM) foi acionada via ciosp para atender uma ocorrência de homicídio por disparos de arma de fogo no bairro Nova Santa Marta. Ao chegar na rua dos Pedreiros foi verificado que a vítima, identificada como Alan Rezes Cezar de 45 anos, estava aparentemente em óbito, caído dentro de casa, em uma peça nos fundos.

Foi realizado contato com o filho da vítima, e este relatou que estavam dentro de casa e escutaram alguém chamar, do portão, o irmão dele. Que então a vítima saiu para verificar, conversou com a pessoa, e quando a vítima estava retornando para a casa, ouviram os disparos de arma de fogo, e viu o pai passar correndo para dentro de casa. A testemunha foi até a vizinha para pedir socorro. Foi acionada o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que compareceu ao local e constatou o óbito, apresentando lesões no ombro, peito, costas e na coxa.

A BM isolou o local e foi acionada o Instituto Geral de Perícias (IGP), que compareceu ao local, bem como comunicada a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP).

Ninguém foi preso e o caso vai ser investigado. Santa Maria registra o 16° homicídio.

Santa Maria News

Continue lendo